10 abr 2013 – A Lei de Atração – como funciona? Vamos comentar alguns aspectos ocultos

A Lei de Atração Magnética é uma Lei mais ampla do que está sendo divulgada, por isso eu a chamo, como muitos outros ocultistas, de Lei da Plena Harmonia em conjunto com a Lei do Karma e das Compensações. Esta Lei é considerada menor e maior também. Leis menores se aplicam basicamente no plano mater-réia, ou Mãe-Terra. Leis Maiores criam uma amplitude maior e suas ações podem (eu disse podem) atravessar Planos Evolutivos.

A Terra é por criação quaternária, ou seja, ar, terra, fogo, e água e ainda, reinos mineral, vegetal, animal e hominal. É, por enquanto e dentro da minha visão, quaternária em dimensões, uma vez que há três planos dimensionais que não podemos compreender ainda (não se preocupem, também não compreendo estas dimensões que ainda não estão em operação para o nosso sistema solar) e é setenário nos Planos Evolutivos, entretanto destes planos só transitamos nos quatro básicos, os outros, embora existam é como não existissem ainda, porque ninguém tem acesso ainda, mas, dizem, conheceremos todos no 8º dia da criação (num total de 10 dias da criação como ensina a Kaballa e a Teosofia) e que na verdade também são relativos.

Vou mais direto ao ponto: Lei de Plena Harmonia opera também em conjunto com a Lei do Karma também. Karma não tem esta conotação de coisa ruim, como se aprende, mas experiências que devem ser corrigidas para equilíbrio do Universo e, portanto, forma de aprendizado para serem gravados no átomo permanente ou corpo espiritual. Karma não é castigo, mesmo porque castigo não existe.

Nós temos três corpos, dentro da trindade, ou seja, corpo físico que opera no mental concreto físico e basicamente restrito aos cinco sentidos, alma animal, de anima, aquele que anima através das emoções e sentimentos.

Quando os sentimentos se elevam em amor divi-no, ele ativa o terceiro corpo, o espiritual ou alma espiritual, o espírito eterno que a tudo registra. Então quanto maiores quantitativamente forem às experiências, maiores serão as possibilidades de evolução, não a enxergando simplesmente ou restringindo-a somente na vida presente. Por isso que também sempre enfatizo que não devemos nos julgar ou julgar ao próximo. Não somos melhores nem piores que ninguém, em nenhuma hipótese universal.

Julgamentos fazemos apenas para aprender a viver aqui neste plano físico, mas jamais para condenar a outrem ou a nós próprios, posto que não temos dados completos, não temos base segura para condenações de qualquer espécie.

Se afirmo que no degrau mais elevado da evolução não há castigo, pois, conforme aprendemos com João, Deus é Amor, existiria o Perdão?

O que é Perdão? Deixo esta questão para reflexão pessoal. Pensem também sobre esta tal inexorabilidade da Lei do Karma, acham mesmo assim? Por quê? Então para que o Universo criou um Tribunal do Karma, dirigido por um ser da mais alta hierarquia, conhecido desde os Atlantes, Egípcios e Tibetanos por Karuna ou Yama? Vou deixar estas questões para que todos reflitam.

Errar é humano, foi assim que a Sra. Rada (Presidente da Soc.Teos. de Adyar) se pronunciou. É com esta frase que devemos conviver e nos convencer que nada é absolutamente errado e nada é absolutamente certo, exceto o AMOR, posto que este emana do Absoluto, e tudo o mais é relativo. Partindo desta premissa, vamos a uma visão diferente sobre o karma, ou seja, ele não é algo “podre” de suas vidas, mas apenas ações e pensamentos que criam desarmonias e o Universo se dirigem sempre em direção a Harmonia Plena, pois é sua Lei Maior (não a única), por isso volta para o individuo para que ele mesmo faça as correções e assim agregue este aprendizado em graus de consciência.

Neste ponto cabe uma observação importante: diferentemente da visão julgadora humana que condena ao inferno todo mundo ou qualquer um que no seu entender cometeu graves delitos, o Universo o fará, quando chegar ao julgamento divino sob outro prisma, ou seja, leva em consideração principalmente o que resultou à consciência daquele Ser aquela experiências ou aquelas experiências. Houve auto-condenação, houve remorso? Houve a remissão “dos pecados”? Caso positivo isto foi devidamente registrado como uma experiência realmente evolutiva, pois já estará gravado positivamente no átomo permanente para todo o sempre. Caso negativo, de nada valeu aquela experiência, nada de positivo foi gravado, e pelo contrário, algo terrível foi anotado e a experiência em menor ou maior grau deverá ser repetida. Lembra-se da lição do tikum da Kaballa?

O Destino existe? Sim, e por isso mesmo pode ser mudado na vida. Vença os seus “tikuns” e seja o dono do seu Destino.

A Humanidade está sendo julgada neste momento para separar o joio do trigo, porém, revejam que o julgamento se baseia em graus de consciência adquirido em todas as vidas e não apenas nestas. A somatória é que vai a julgamento.

Às vezes o indivíduo foi muito bem em todas as vidas anteriores, mas nesta pisa no tomate, se perde sob os véus de maya, é corrompido, vira político em Brasília, vira o bandido, se perde na bebedeira, se esbalda com a mulherada e assim vai. Porém, o julgamento será efetuado com base não na quantidade de seus erros, mas pela qualidade de seus acertos consciensionais ou pela agregação de valores de amor, ética, moral e justiça humana em todas as suas vidas.

Portanto, não temos base de informações suficientes para condenar os espíritos e indivíduos, mas podemos e devemos separar da sociedade aqueles que prejudicam o bem comum. Neste caso, estamos a “isolar” os personagens que estes indivíduos adotam nesta vida, não a alma que segue o seu caminho de aprendizado, mas assim o faremos por Amor ao seu espírito eterno que dele está desligado momentâneamente.

Esta pincelada breve sobre Karma, erros, acertos, julgamentos, etc… Deveria ser mais longa (gostaria que todos que lessem mais os textos do blog – cada um completa o outro, para criar pontos de reflexão).

Agora adentramos para a Lei das Compensações (os homens copiam os deuses, daí essa função de débito e crédito também na sociedade).

O karma é positivo e negativo, pois tudo é dual neste Universo, isto posto, não pensemos mais pelos nossos erros e falhas, pois estaremos a atrair apenas mais negatividade em nossas vidas, mas pensemos em nossos acertos passados e presentes que semeiam o nosso dia de amanhã.

O karma é positivo também (também chamado de Dharma), o que vale dizer que gravamos em nossas consciências as experiências que positivamente criaram um bem comum não somente a nós, mas principalmente também ao próximo.

Gostaria que imaginassem agora de que forma criamos os Dharma.

Quando de fato e de direito as ações se tornam Dharma? O que será que o Tribunal Divino do Sr. Karuna considera karma e dharma? Tem a haver o que gravamos na consciência?

Vejam que nem tudo é tão simples quanto parece. De qualquer forma fica a frase: “Ninguém é tão bom que não tenha nada a aprender e ninguém é tão mau que não tenha nada a dar”.

O dia que o Ser Humano deixar de errar (Errar é Humano não é uma simples afirmação, é condição), ele deixa de existir no Universo e não é este o objetivo do Pai. Pensem!

Amem os seus acertos de Amor, moral, ética e justiça e amem também os seus erros, no sentido de não buscarem o tempo todo se auto-condenarem, posto que assim você atrai (pela Lei da Atração) o seu próprio “inferno”.

Não existem em nenhum plano superior um local reservado para castigarem as almas, eles são criados pela própria consciência negativa do ser humano em se compreender e compreender os propósitos do Pai.

Em amor e conhecendo as deficiências espirituais, Deus criou o Tribunal do Karma que age de forma independente do indivíduo no sentido de ajuda-lo em sua evolução e progresso e não para condená-lo e castigá-lo.

E chegamos aos Dharmas que todos temos, e se fossem só karmas, o indivíduo já estava morto e se fosse só dharmas ele deixava de existir também.

Mas considerando os dharmas que formamos e agregamos em nossas vidas passadas e na vida presente, ativam-se duas Leis menores, a da Compensação e a Lei de Atração de Polaridades ou Lei de Plena Harmonia.

Ou seja, se de um lado e por consequência de nossas ações negativas atraímos lições a serem consideradas em nossas vidas, também, através dos dharmas somos compensados em nossas agruras e atraímos para nós, atração esta ativada em planos superiores (mental Abstrato) pelo auxiliares do Sr. Karuna, para que sejam trazidas à nossa realidade bem-aventuranças também, senão a gente morria de tanto sofrer.

Deus dá conforme podemos suportar e carregar, o que exceder à nossa capacidade, é tirado de nossos ombros pela Lei das Compensações.

Aparentemente, acabo de repetir algo que todos já ouviram falar, mas reparem também que isto já ocorreu “n” vezes na vida de cada um e nestas vezes nem lembramos de que poderia ter sido o resultado de um obra divina (divina significa o SER CÓSMICO OU VIDA CÓSMICA). Para mudar o nosso ponto na grande Matriz do Universo, baseado em nossos dharmas é acionada a Lei de Atração de Polaridades para criar a Plena Harmonia em nossas vidas, quer saibamos ou não.

Pensamentos lógicos e positivos, otimismo, alegria, é a energia que move e atrai acontecimentos positivos na vida, iguais se atraem, assim como acontecimentos iguais se atraem, vença os seus “tikuns” com positividade, sabedor que o amanhã é maravilhoso, é feliz, para todos que assim o quiserem.

Deu para compreender?

Por Atama Moriya em 10 de abril de 2013.

Esse post foi publicado em Lei da Atração e marcado , . Guardar link permanente.

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s