26 out 2012 – O bizarro Prêmio Nobel da Paz para a União Européia em 2012

O comitê do Prêmio Nobel que se reúne na Suíça há décadas tem cometido muitas “asneiras” na escolha do Prêmio mais importante que é o da Paz.

Já tinha sido bizarro dar o prêmio Nobel da Paz para Obama, mas esta para a União Européia foi demais de bizarro.

Sabem o que significa isto?

É simples, a nossa civilização, a partir dos povos do Norte está se degenerando mesmo, culturalmente mais rápido que em outros setores da sociedade.

Não sou somente eu que estou achando “bizarro” esta indicação anunciada em outubro, mas muitos americanos e europeus principalmente, como apareceu em diversos editoriais da Europa nos principais veículos de comunicação.

Até lembraram de uma frase de Tom Lehrer, americano que satirizava em apresentações cômicas a direita conservadora, um gênio também na matemática tendo se formado no MIT com 18 anos apenas e emérito professor em famosas Universidades.

Quando Henry Kissinger foi laureado com o Prêmio Nobel da Paz enquanto bombardeava o Vietnam, Laos e Cambojda, Tom teria dito: “..foi a morte da sátira…”

Diga-se de passagem que Kissinger está sendo acusado até hoje de vários crimes de guerra, como a autorização para bombas Napalm, agentes laranjas e outras armas biológicas que mataram milhões de civis nessas guerras e que ainda continuam fazendo efeito em descendentes das regiões afetadas.

A União Européia com participação ativa de 27 países, é apontada pela própria imprensa européia como participante direto de todas as últimas guerras, além de estar neste momento em franca exploração de povos “falidos” como a Grécia atual, vender armamentos de guerra para o mundo todo, e principalmente estar envolvida em guerras e complôs na África do Norte e Oriente Médio, como Iraque, Afeganistão, Síria e outros.

Fato: a nossa humanidade perdendo os principais valores humanos apenas mostra a sua degeneração enquanto civilização.

O Prêmio Nobel da Paz, mais uma vez, foi bizarro. E se foi no sentido sátiro, devemos repetir Tom Lehrer, perdeu a graça…

Por Atama Moriya em 26 de outubro de 2012.

Esse post foi publicado em "2012" - Fim de um ciclo e marcado , . Guardar link permanente.

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s