26 mar. 11 – Grande Protesto Popular em Londres hoje contra a austeridade orçamentária e o aperto fiscal

Neste sábado aconteceu um grande protesto popular em Londres, o maior da Europa nos últimos anos e é também a maior manifestação européia já diretamente relacionada à crise econômica que acontece desde 2008 no mundo.

Manifesto em Londres-26-03-11

Manifestantes-Londres-26-03-11

 

O governo inglês pretende cortar nos próximos anos 81 bilhões de libras do orçamento e isto vai diretamente causar perda de grandes benefícios do povo, dos trabalhadores.

Em parte o protesto de hoje contra a austeridade anunciada foi tranqüilo e ocorreu em paz, porém em algumas partes da cidade houve confrontos com a polícia que mobilizou 4500 policiais. Houve confrontos, algumas destruições de vitrines, invasões de lojas como a Mason, alguns feridos e 157 manifestantes foram presos pelos tumultos.

Vários protestos por conta da crise econômica mundial já ocorreram pela Europa, em vários países, mas tem sido pouco anunciados pela mídia.

Mas certamente este de Londres foi o maior já acontecido. O governo conta que foram 500 mil manifestantes, porém, a mídia alternativa soma mais de um milhão, talvez até três milhões de ingleses vindos de todas as partes do país, muito com famílias inteiras.

Particularmente, eu já escrevi neste blog, estes protestos na Europa tendem a aumentar também e eles devem ocorrer em muitos países e com mais adesões a cada movimento. A crise na Europa apenas tem crescido nestes dois últimos anos.

Na visão econômica, a maioria dos países estão com déficits elevadíssimos e eles tendem a aumentar e não diminuir dado o atual cenário econômico mundial. Esta é uma rota certa, a não ser que fatos extraordinários aconteçam que voltem a favorecer o crescimento da economia européia.

Não, isto tem pouquíssima chance de acontecer, principalmente porque os países em desenvolvimento como o BRIC continuam ano a ano aumentando o seu PIB e frear este crescimento é impossível neste momento.

O certo é que os grandes lucros que fluíam para a Europa até o passado recente, hoje, na nova era, neste novo milênio, ela escoa em maior volume para outros países em desenvolvimento. E como eu penso, é irreversível esta nova rota do lucro.

De toda a Europa apenas a Alemanha está demonstrando ter capacidade e tecnologias para enfrentar esta crise econômica. Os demais países estão ano a ano piorando seus orçamentos, com dívidas cada vez maiores. Até quando suportam? Não muito tempo.

Portugal, alertamos que seria o próximo da lista depois da Irlanda e já está acontecendo. Temos ainda a Espanha com desemprego na ordem de 15% a 18%. Na França a taxa de desemprego sobe a cada mês, e entre os jovens já atinge a 20% da população. Um pouco melhor, mas nem tanto, temos a Itália cuja situação não é mais confortável. Logo o PIB do Brasil será maior que o da Itália e passaremos a ser a sexta economia do mundo.

Em poucos anos os trabalhadores da Europa passarão a ter as mesmas dificuldades dos povos dos países em desenvolvimento, como o Brasil, China e Índia, apenas que nós estamos melhorando continuamente e estamos mais acostumados às limitações econômicas impostas ao povo, enquanto eles, embora tenham vivido um grande apogeu, não sei se acostumarão com a grande perda de qualidade de vida.

Seriam eles, os trabalhadores, responsáveis por esta crise econômica?

Claro que não, e acho que eles sabem disto e não abaixar a cabeça e o “rabo” para seus governos. Creio em muito mais protestos gigantes na Europa por conta da piora da qualidade de vida generalizada, com mais desempregos, fomes, etc.

Mas veremos, com calma, todos os acontecimentos, todos estes que estão mudando todos os paradigmas da humanidade.

Neste momento viver a favor das correntes de mudanças é o melhor que se pode fazer para a tornar a vida de cada um mais simples e menos problemática também.

Por Atama Moriya, em 26-03-2011.

Anúncios
Esse post foi publicado em "2012" - Fim de um ciclo, Crise econômica e marcado , , , . Guardar link permanente.

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s