15 mar. 11 – Revolução na Libya – Forças de Gaddafi esmagam os rebeldes em direção a Benghazi e retomam cidades ao longo da costa – O que há de verdade nesta Revolução? Quem está manipulando quem? Há mesmo uma patifaria Ocidental?

TRIPOLI. With leader of the Libyan Revolution ...

Image via Wikipedia

O que estamos assistindo desde o dia 15 de fev. 11 (há um mês), é um verdadeiro genocídio praticado pelo ditador Gaddafi e seus filhos e impressionante que os países ricos do Ocidente e o chamado G-5 que se arvora em ser o paladino da justiça, da verdade e da democracia estão deixando tudo isto acontecer.

O Povo que luta quase que sem armas pela liberdade e democracia está sendo covardemente morto, assassinado sob os olhos do mundo que apenas observa fingindo constrangimento político, nada mais. Não estão recebendo alimentos, água e combustíveis, e muito menos armamentos para se defenderem. Entre duzentos a trezentos mil libyos estão em fuga pelas fronteiras.

É óbvio que não podíamos contar com esta ONU corrompida pelo falsos valores de países hipócritas e falidos em ética e moral.

Aplicam sanções a países conforme o interesse, criticam e derrubam ditadores conforme lhes convém, entretanto, fica provado que não lutam pela democracia e pelo bem estar do Povo do mundo, apenas jogam conforme interesses econômicos. Indiretamente são os grandes assassinos da humanidade.

O que fizeram com a pequena e inofensiva Ilha de Cuba, fechando-a para o mundo por décadas a troco de punir o ditador Fidel Castro,  não fizeram com Gaddaffi que está vivo desde 1968, após a intifada, exercendo sua tirania mortal, e não só ele, como outros 40 e tantos líderes déspotas do oriente médio e África, incluindo os “pseudo” líderes por exemplo da Arábia Saudita.

São duros em punir o Irã, talvez até com alguma razão, fechando o comércio e congelando contas por causa da construção de uma Usina Atômica, enquanto o próprio Ocidente têm hoje 545 usinas, mais dezenas em projeto e construção que deverá totalizar mais de mil usinas em poucos anos, e mais, se fosse por uma questão de bombas atômicas, quando o ocidente, o G5, e Índia e Israel detém hoje cerca de 20 mil bombas atômicas.

O discurso Ocidental da ONU é hipócrita demais e esconde muitas mentiras que o mundo prefere por debaixo do tapete e fazer vista grossa.

É tudo por petróleo e dinheiro, nada mais. Não existe essa de defender a liberdade e a democracia, isto é um discurso vazio da ONU, um órgão em degeneração total e não á toa tem sede lá.

Invadiram o Iraque para matar Sadan e conseguiram, a base de mentiras de bombas químicas, ok, mas para que? Para hoje os aliados serem os donos de 70% da produção de petróleo do Iraque, um povo que hoje está mais ferrado do que estava com o louco do Sadan, por sinal este, uma marionete americana até onde serviu os interesses da Cia, depois, já inútil, tinha de ser morto mesmo.

A imprensa mundial é comprada e faz o jogo do poder. Diariamente querem destruir o valoroso povo do Irã, que mesmo que mal dirigidos pela democracia dos Aiatolás, estão lá e não oferecem risco nenhum a humanidade, mas estão cercados de sanções e dificuldades de importação de bens básicos como alimentos aos seu Povo. Se você tem algo contra o governo da Pérsia, tudo bem, mas não prejudique o Povo, pois esta atitude somente vai acirrar o ódio.

Devemos sim integrar os povos do mundo para que eles mesmo façam as suas escolhas.

Mas não é democracia que existe no Oriente Médio que produz petróleo, vide os mais de quarenta ditadores que proíbem tudo, inclusive manifestações pacíficas e tiram do ar a rede social da internet.

Cada povo tem o direito de evoluir por sua conta própria e não ser alvo de manipulação por interesses econômicos de outros povos.

Não se enganem, é tudo por causa do “maldito ouro negro”, quem detiver o ouro negro vai continuar a dominar o mundo e viver, enquanto outros, dentro desta política Ocidental vai morrer ao longo do tempo. Isto é fato que a cada dia se torna mais evidente.

O Irã detém hoje a maior reserva mundial de petróleo do mundo, e está ilhada, cercada, embargada por causa da construção de uma Usina Atômica. Por que o Ocidente pode ter 545 Usinas e eles nenhuma? Não seria o caso de levantar todos os embargos e buscar o diálogo e a integração mundial? Eu sei porque não: se assim o fizeram vão permitir que o Irã, com suas novas políticas de desenvolvimento industrial e tecnológico, com o recursos advindos do próprio petróleo, se torne um país poderoso economicamente e industrialmente, e assim seu petróleo não será mais presa fácil do Ocidente que tanto precisa de “ouro negro”.

E não me digam que estão tão preocupados com uma possível bomba atômica que o Irã será capaz de fabricar no prazo mínimo de cinco anos, se de fato for fabricar, porquanto, os outros países tem vinte mil bombas atômicas, e mais, só Israel tem cerca de duzentas dadas pelos americanos. Bombas não devem ser fabricadas, nenhuma delas, porém, o problema maior não é a bomba, é o petróleo. Devem estar pensando: “Como é possível este país miserável de persas primitivos terem mais de cem bilhões de barris de reserva? Eles não merecem!”

Por que Gaddafi permaneceu no Poder depois de nacionalizar todo o petróleo líbio? Simples, anos depois, ainda na década de 70 fez generosas concessões a cinco empresas de petróleo do Ocidente e foi certamente corrompido pelo poder Ocidental. Tem contas particulares da família em pelo menos dez países, com somas que devem fazer inveja a Mubaraki e torná-lo um “pobretão”.

Babaca do Gaddafi agiu por conta própria a partir de algum momento e perdeu grande oportunidade de estabelecer na Libya uma sociedade desenvolvida, rica e poderosa. Ao invés disto, desviou por décadas os recursos e deixou os seus apenas seis milhões de habitantes vivendo como escravos, escravos não só de Gaddafi corrupto, mas de todo os governos ocidentais, principalmente americanos das industrias petroquímicas e exploração. Gaddafi perdeu a moral e seus princípios quando tomou o Poder em nome de uma sociedade melhor. Foi um idiota nas mãos do Ocidente. Miserabilizou o seu Povo em troca de algumas moedas, poder e aceitação no Ocidente.

Hoje já se suspeita mesmo que serviços de inteligência de outros países ajudaram e incentivaram o levante do povo líbio contra Gaddafi. Certamente este está como Sadan, já não serve mais aos interesses e vai ser morto.

Esta falta de ação diante do genocídio é prova maior que há muitos interesses em jogo.

A produção de petróleo e gás da Líbia é pequena no processo mundial, apenas 2% do consumo diário, entretanto, e aí vai a informação importante, sua reserva é gigantesca, é o dobro da reserva dos EUA, e chega a 46 bilhões de barris de petróleo, óleo leve (o mais caro e procurado) e mais gás também.

A estratégia hoje está clara: é deixar o povo rebelde se ferrar mesmo e morrer sob as ordens de Gaddafi e então depois, embargar e ferrar com Gaddafi, como fizeram com Sadan, e então as cinco irmãs do petróleo voltam com tudo.

Ah, me esqueci, e o Povo Libyo? Certamente é o que menos interessa neste jogo de poder: é como não existissem como seres humanos.

Circulam na internet informações de bastidores que dão conta que Gaddafi, seus filhos e principais aliados estão comprando ajuda de empresas de mercenários de guerra de várias nacionalidades, capazes inclusive de pilotar aviões-caça, tanques, helicópteros e especialmente treinados para este tipo de guerra de rua. Esta empresas são de onde? Não é difícil de imaginar que deve haver até vizinhos “bonzinhos” e amigos envolvidos, especialmente um forte amigo do Ocidente. É mero boato, mas cheira ser verdadeiro.

Um dos poucos caças abatidos teve o piloto capturado e era um mercenário sírio, segundo relato de um rebelde. Outros mercenários e parecem que foram contratados mais de cinqüenta mil de vários nacionalidades, foram capturados e confessaram estarem recebendo desta tal empresa que cobrava 2 mil dólares por dia por mercenário. Hummm…

Nós daqui não temos condições de saber a verdade, mas que cheira ser real, sim, pois em poucos dias as forças de Gaddafi cresceram muito, e inclusive com novos armamentos e munições, além de milhares de mercenários que literalmente estão trucindo o povo rebelde da líbia porque é óbvio, não são seu povo mesmo.

Se acaso países com governos decentes nada fizerem nas próximas horas e dias, veremos o término de um massacre, um genocídio que estamos deixando acontecer na maior por outros interesses que não são em hipóteses alguma os interesses dos seres humanos, que embora minoria, ainda estão presentes neste Planeta e não podem se calar nesta hora.

Que Deus nos ajude e nos livre desta patifaria, dela não fazemos parte e não pretendemos fazer, de jeito nenhum.

Atama Moriya, em 15-03-2011.

Anúncios
Esse post foi publicado em "2012" - Fim de um ciclo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s