Vamos precisar de um segundo Planeta Terra muito em breve, alerta WWF

A sobre utilização e poluição dos recursos naturais da Terra tornaram-se tão extrema que, no ritmo atual, um segundo planeta será necessário até 2030 para atender às necessidades do mundo, adverte um novo relatório da WWF (World Wildlife Fund).

De acordo com os dados disponíveis de 2007, no planeta 6,8 bilhões de pessoas vivem com 50% de recursos além do sustentável, último ano para o qual existem dados disponíveis, vide relatório bi-anual Planeta Vivo-2010 – WWF

link

http://assets.wwfbr.panda.org/downloads/08out10_planetavivo_relatorio2010_completo_n9.pdf,

“Mesmo com as projeções das Nações Unidas para o modesto crescimento populacional, considerando o consumo e mudança climática, em 2030 a humanidade terá a necessidade de  dois planetas Terra para absorver os resíduos de CO2 e manter-se com o consumo de recursos naturais”, diz o relatório, acrescentando que quatro e meio planetas Terra seriam necessários se todos usassem tantos recursos como o americano médio”.

O relatório chegou pouco antes de começar a reunião de países em Nagoya, no Japão, em 18 de outubro corrente para discutir a perda dramática de espécies da Terra nas Nações Unidas Convenção sobre Diversidade Biológica.

Seu índice de integridade da biodiversidade mostrou uma perda de quase 30% em todo o mundo e uma perda de até 60% nos trópicos entre 1970 e 2007.

“Há uma taxa alarmante de perda de biodiversidade em países de baixa renda, muitas vezes os países tropicais, enquanto o mundo desenvolvido está vivendo em um paraíso falso, alimentado pelo excesso de consumo e emissões de carbono em alta”, disse Jim Leape, diretor-geral do WWF Internacional.

O relatório diz que as emissões de dióxido de carbono são um fator importante, citando um aumento de 11 vezes nas emissões de carbono ao longo das últimas cinco décadas.

Ele diz que os 10 países com maior emissão ecológica por pessoa, são os Emirados Árabes Unidos, Qatar, Dinamarca, Bélgica, Estados Unidos, Estónia, Canadá, Austrália, Kuwait e Irlanda.

O WWF diz que é possível ter um alto nível de desenvolvimento sem uma elevada emissão de carbono, e aponta para as escolhas de consumo e na administração do consumo de energia que podem fazer a diferença.

“O desafio colocado pelo Living Planet Report é claro”, disse Leape. “De alguma forma, precisamos encontrar uma maneira de satisfazer as necessidades de uma população crescentes e cada vez mais prósperas com os recursos deste um planeta somente. Todos nós temos que encontrar uma maneira de fazer as melhores escolhas do que nós consumimos e como produzimos e usamos energia”.

A crise econômica deflagrada em 2008 reduziu o crescimento do consumo dos países mais ricos e isto tem ajudado a termos uma pausa curta para analisarmos soluções imediatas que possam ser colocadas em prática em todo os países e a discussão do tema torna-se fundamental para a conscientização dos indivíduos da Terra, de todos os países.

A maioria das pessoas no mundo concorda plenamente que medidas teriam que ser tomadas para a redução do consumo, bem como o estabelecimento de metas globais, contudo, a bem da verdade, poucos são os que de fato já fazem alguma coisa em prol do Planeta, desde coisas simples, como mudanças de hábitos alimentares, consumo limitado de produtos que agridem o equilíbrio, redução no uso de veículos, etc., até mudanças mais completas com re-programação de todos os hábitos diários, desde o uso de veículos, celulares, energia elétrica, e produtos cujas fontes de matéria prima estão a agredir o limite planetário, desde minerais em geral, vestuários, madeira, plásticos, etc.

Entretanto, sabemos que quase ninguém vai realmente mudar as suas atitudes pessoais isto em qualquer lugar do mundo, a não ser que medidas drásticas sejam tomadas de cima para baixo, porque na base da conscientização o fracasso é iminente. Talvez seja muito politicamente incorreto escrever desta forma, mas de fato não estamos vendo nenhuma mudança comportamental das pessoas, exceto casos isolados na Dinamarca, Noruega e alguns outros países, mas geralmente de populações pequenas e que pouco influenciam as demais culturas.

As populações futuras devem mesmo se preparar para o pior posto que hoje vivemos somente para o hoje e não nos importamos com o que vai acontecer em 2030.

Será que haverá continuidade da civilização humana ou estamos perto do ponto de ruptura da nossa história muito antes do que seria previsível?

Independente da visão pessimista do mundo futuro, creio que cada cidadão deve fazer a sua parte, somente que com mais vigor e inteligência, adotando em sua programação de vida medidas mais contundentes do que simplesmente consumir menos produtos em garrafas de plástico. Somente estas medidas não bastam mais.

Se a história se repetir, este ciclo econômico de baixa tenderá a desaparecer em 2020, quando então novamente sob o ponto de vista econômico voltaremos a crescer vigorosamente e o mundo esgotará de fato os recursos naturais antes de 2050.

Por Atama Moriya, em 25-10-2010.

Anúncios
Esse post foi publicado em Desafios da Humanidade, Global Warming e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Vamos precisar de um segundo Planeta Terra muito em breve, alerta WWF

  1. Um Grande Expurgo é necessário e inevitável! Previsível até….

  2. Luis Otávio disse:

    Talvez só o misticismo explique alguma coisa…
    Aquí no Brasil, existe uma jaula cheia de possíveis consumidores, loucos para se soltar… Dificilmente ocorrerá uma mudança de rota no mundo !!!

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s