Haiti faz parte da tragédia anunciada “2012”? – Parte III

O Homem está destruindo o Planeta?

Não, com certeza o homem não é capaz de destruir o planeta, a única coisa que o homem é capaz é de destruir a si mesmo e a sua descendência, no mais o seu livre arbítrio é apenas relativo e é freado sempre que necessário (para saber mais sobre o livre arbítrio relativo procure neste blog).

Mesmo em uma condição extrema de exploração da natureza, como nos tempos atuais, muito antes de causar um dano maior ao Planeta, simplesmente o ser humano se auto extinguirá.

Todavia, não é isto que acontecerá, ao menos neste momento de transição da Era de Peixes para Era de Aquário. Se usarmos a lógica do entendimento da fase atual da evolução humana, da quinta raça ariana, quinta sub-raça em que vivemos, conforme já explicamos no post Importância das Raças, veremos que o fim da civilização hoje não segue a lógica da evolução da quarta cadeia hominal. Há muito mais ainda para prosseguir na nossa evolução, pretende-se muito mais dentro do plano evolutivo do ser humano do Planeta Terra guiado por Deus, por Melk-Tsedec ou por quem quer você queira nomear como sendo aquele que conduz a nossa humanidade terrestre.

Repita-se de passagem: o homem nada cria, pelo contrário, ele foi criado igualmente como tudo foi criado no Universo, e sua existência é apenas relativa, e ao contrário do que ele pode imaginar ele não pode fazer completamente tudo que quiser, sua liberdade é apenas relativa. Aliás, sendo dominado por terríveis infantilidades em função do baixo domínio mental que não ultrapassa em média três a cinco por cento de suas capacidades mentais, não se poderia dar ao ser humano capacidades e poderes absolutos sobre a sua própria existência e sobre a existência dos demais.

A vida humana individual tem uma importância muito pequena, embora importantíssima cada re-encarnação, ela ganha valores mesmo com o somatório das experiências de todas as vidas passadas, em numero de dezenas, centenas de vezes. Daí porque a crítica que é feita aos hedonistas e sofistas dos tempos atuais. A vida humana tem mesmo de ser vigiada pelos criadores, assim como a liberdade individual e coletiva é limitada na Terra pelas leis e normas gerais. Se deixar o ser humano fazer o que bem entender, ele descamba totalmente e destrói tudo em função da sua infantilidade mental e intelectual.

O que será que há de comum entre as profecias (dos profetas) e as previsões científicas (dos cientistas)?

Re: As conseqüências.

Aparentemente são estudos de diferentes vertentes que não casam umas com as outras. Uma não cita a outra temendo cair em descrédito ou mesmo não dando o devido valor ao outro. Uma instigação desnecessária. Afinal todo o conhecimento humano emana de uma única fonte, como ensina o esoterismo teosófico, embora que este conceito não seja aceito nos dias atuais, um dia o será com certeza. É uma questão de tempo, séculos ou milênios ainda, mas aquele que se permitir a compreender isto acabará encontrando mais harmonia em sua vida, mais tolerância e principalmente lógica na sua própria existência. Existir é uma palavra chave e saber mesmo que precariamente porque você existe poderá lhe render mais paz porque você compreenderá melhor a si mesmo e aos outros também.

Antes mesmo de existir o reino hominal já existia a ciência das idades, o conhecimento máximo de onde emana todo o saber que o homem recebe e constrói em sua mente, seja espiritual ou científico e conforme o ser humano evolui, novos conhecimentos lhe é repassado, mesmo que hoje todos se arvorem de terem ou de serem os pais de tais idéias ou descobertas.

Tudo que tem realmente importância já existiu antes e não foi criado por homem algum, mas sim soprado em sua mente. Até o momento a única coisa de que os homens podem se vangloriar mesmo de serem criadores é de muita confusão e destruições absolutamente desnecessárias.

Mas ainda é cedo, muito cedo para que isto seja aceito como uma verdade coletivamente. Todas as verdades conhecidas são temporárias e são relativas por si mesmo no tempo e no espaço da criação e de acordo com a nossa evolução mental.

Um dia, ainda que dentro de somente milhões de anos à frente, todo o conhecimento emanado da fonte única que se diversificou em filosofias, ciências, religiões, matemáticas, físicas, medicinas, biologias, químicas, psicologias, lendas, etc., um dia se unirão novamente, tudo, tudo mesmo e formarão o conhecimento único da humanidade. Tudo que um dia foi separado para apressar a evolução humana, voltará um dia a se unir a caminho de huma-unidade. (leia mais – Importância das Raças – neste blog)

Embora isto vá ainda demorar muito para acontecer, entender isto permite que o seres humanos sejam mais tolerantes e cooperativos entre si e evitaria tanta gritaria desnecessária que causa tantos atritos na vida entre os homens, povos, ciências, religiões, etc.

Mas retornando a questão de “2012” , de fato há uma coincidência, se é que assim podemos chamar de coincidência. De verdade, são pontos comuns, não nas teorias que cada um proclama como verdades, mas nas causas; este é o elo faltante, e principalmente, falta ao homem reconhecer o por quê destas causas.

Nem ciências e nem religiões sabem ou se focam nos reais motivos pelos quais teremos proximamente, em anos, vários acontecimentos de monta no Planeta Terra. Acontecimentos que nós chamamos de catástrofes, efeitos climáticos, desastres naturais, etc., possuem uma única origem e é isto que precisa ser corrigido individuo por indivíduo: o valor da consciência humana.

Por quê? Eis a principal questão a ser analisada e compreendida mesmo que ainda de maneira incompleta posto que desconhecemos a amplitude dos fatores e apenas podemos elaborar racionalmente uma sequência de compreensões de possíveis acontecimentos futuros que ora se refletirão muito mais de maneira coletiva.

Vamos tentar apresentar este texto, não no sentido de convencer alguém, mas apenas que se torne um ponto de partida para novos pensamentos e idéias que ajudem na compreensão deste delicado e terrivelmente intenso momento cósmico em que vivemos.

O tempo em que vivemos

Assim como já comentamos aqui, homem necessita se situar corretamente no tempo e no espaço para entender que rumos a civilização está tomando, e que rumos são aqueles designados por aquele que é conhecido como o “Rei do Mundo”. Imaginar que tudo que existe no Universo, em todos os reinos, em todos os planetas, e que toda a vida aconteceu por acaso já um conceito antigo demais e cada vez mais pouco crível, embora muitos possam ainda defender este ponto de vista. Aquele que consultar o seu mais profundo ser vai ter muitas dúvidas do evolucionismo e dos acasos. É intuitivo e não pode ser provado e não necessita de ser provado ou aprovado pelos “outros”, mas somente tem de soar como uma verdade dentro de si mesmo. Cada um deve pensar e acreditar no que bem quiser e se satisfazer, desde que seja mesmo algo que soe como verdade para si. Mas não deve de maneira alguma forçar aos outros de também pensar igual, porquanto isto é perda de tempo, infantilidade mesmo e fere a liberdade individual que devemos dar aos demais de pensarem o que bem entenderem como certo em suas vidas.

Lamentamos mesmo que uma boa parte das pessoas tenham dificuldades mesmo de elaborar e concatenar de maneira lógica todo o conhecimento já existente para então concluir com pensamentos que sejam de fato suas conclusões, quaisquer que sejam elas, ao invés de quase  sempre “comodamente” aceitar conclusões alheias sem se aprofundar verdadeiramente na questão.

Vivemos tempos bastante delicados, e tão mais delicados se torna quanto mais o homem fica mais atrapalhado em seus comportamentos muitas vezes inexplicáveis. Nunca na raça ariana o homem se encontrou tão atrapalhado como agora, isto é fato.

A troco de dinheiro fabrica drogas que matam milhões, fabrica outras drogas que matam milhões também, mas são consideradas legais, como bebidas e cigarros, é corrupto desde criancinha quando aprende artimanhas para obter “presentes” e segue assim a vida toda, até se tornando político, primeiro ministro, presidente. Padres são suspeitos de pedófilos, outros vendem entradas para o céu que não existe. Há os que ganham prêmio Nobel defendendo a guerra entre povos, que mais faltaria? Outros se penduram em cordinhas, pulam de prédios, matam criancinhas pela janela, machadam os pais, sobre em arranha-céus em escaladas. Constroem torres de trezentos andares enquanto milhões no planeta não tem nem onde morar. Nós transformamos 50% de todos os grãos produzidos em ração animal enquanto bilhões de seres humanos não têm o que comer.

O ser humano é importante, é a verdadeira razão da existência de todo o Universo, de todos os Universos, é o centro do Universo, mas não é Deus, pois que está contido e não contém nada além de si mesmo. Todos os reinos são importantes, todos os animais são importantes, entretanto eles existem para dar sustento a 4. Cadeia Hominal; de um a sete reinos, somos  justamente da cadeia do meio, daí porque a preservação da vida humana deveria ser o foco central de toda a vida no plano físico. Animais são importantes porque dão sustento espiritual, servem de alimentos, bilhões são tratados como bibelôs, tudo muito bem, entretanto, não cabe comparar e priorizar perante a vida humana. Quando vemos bilhões que passam fome e todo tipo de necessidade, outras prioridades deveriam ser adotadas a bem da própria cadeia hominal.

Quando o Cristo proclamou: “amai-vos uns aos outros” tinha muito mais a dizer do que a nossa pequena capacidade mental é capaz de compreender mesmo nos dias atuais com computadores, IPODs, aceleradores de partículas, etc. O homem está mesmo muito atrapalhado. Não tem ninguém neste Planeta que não esteja atrapalhado, ninguém que não seja atrapalhado em vários aspectos de sua vida pessoal. Daí porque observamos tantas pessoas com doenças, depressões, raivas, ódios, egocentrismo, comportamentos ilógicos, fanatismos de todos os tipos, desvios sexuais, pedófilos e pedófilas, desvios comportamentais, dólar na cueca, corrupções, suicidas, psicóticos, drogados, assassinos, estupradores, agressores domésticos, traficantes, fabricantes de armas, de bombas radioativas, etc.

Por quê?

Responder a esta pergunta requer muito esforço, muitas observações, muitas análises, mas creiam-me, vale a pena pensar para que possam compreender o que vai se passar em suas vidas e no Planeta Terra de hoje em diante.

Você não precisa se apegar as profecias, nem ter medo do apocalipse, mas apenas usar sua capacidade mental de raciocínio de mais maneira mais plena para não se sentir completamente perdido diante de tantos acontecimentos catastróficos que deverão mesmo acontecer em numero cada vez maior.

Ciências e Profecias existem para alertar ao ser humano sobre possibilidades reais de acontecimentos acaso o comportamento humano não se modifique. Entendido? Não é porque Nostradamus, os Maias, Profecia de Fátima e outros tantos profetizadores mais recentes disseram que vai acontecer o que eles dizem, foi apenas um aviso, depende mesmo do nosso comportamento individual. Individual mesmo; conseqüências coletivas são afetas as pessoas que pensam iguais, se você pensa e age diferente certamente você não estará inserido nas conseqüências coletivas, simples assim.

Este mesmo blog está recheado de outros exemplos das trapalhadas humanas em dezenas de posts e não é necessário polemizar, apenas pensem a respeito.

O que as trapalhadas humanas têm a haver com “2012”?

– continua –

Por Atama Moriya, em 11-02-2010

Anúncios
Esse post foi publicado em "2012" - Fim de um ciclo, Global Warming e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Haiti faz parte da tragédia anunciada “2012”? – Parte III

  1. Um Amigo disse:

    Nossa Atama; nem tenho o que comentar…risos, venho apenas lhe dar os parabéns pelo excelente post (muito bom mesmo) e agradecer por compartilhá-lo conosco (grato meu amigo)!

    Todo o texto foi bastante lúcido, equilibrado e explicativo…irretocável na minha opinião (com certeza nos leva a varias reflexões)!

    Excelente, muito bom!

    Vou indo, felicidades meu nobre!

    Fique com Deus, fique bem!

    Inté.

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s