Haiti faz parte da tragédia anunciada “2012”? – Parte II

O filme “2012”, dirigido por Roland Emmerich, apresenta desgraças do fim do mundo que causou duvidas para muitas pessoas e recebi vários questionamentos sobre esta possibilidade porque as pessoas ficaram assustadas se isto de alguma forma poderia se tornar real.

No filme, o alinhamento entre o Sol e o centro da galáxia, no dia 21 de dezembro de 2012, faz com que o astro tenha várias explosões e lance sobre a superfície da Terra inúmeras partículas conhecidas como neutrinos.

Os neutrinos ainda são um mistério para o conhecimento cientifico posto que são emitidos pelo Sol e simplesmente atravessam o nosso astro de ponta a ponta. Seria possível supor que não tenham nenhuma função? Não, claro que não. Nada no Universo é desnecessário e inútil, não existe esta hipótese conforme ensina a teosofia, acrescentando que não existe alma alguma, ser humano algum, mineral, vegetal, animal, inseto ou partícula alguma que seja absolutamente desnecessário e imprestável para os fins que o Universo planeja. Igualmente HPB em sua Doutrina Secreta nos ensina que não existem elementos, e sim elementais, ou explicando de maneira grosseira, cada partícula tem lá um piloto inteligente executando uma missão específica. Como aliás o CERN já desconfia observando diversos resultados de experimentos com partículas de raios.

Anteriormente ao filme de Emmerich a NASA tratou de desmentir o fim do mundo:

http://astrobiology.nasa.gov/ask-an-astrobiologist/intro/nibiru-and-doomsday-2012-questions-and-answers

Na entrevista David Morrison, NAI Senior Scientist faz um esclarecimento excelente do ponto de vista científico e merece que se dê atenção.

Nas perguntas de números 9 a 12 encontramos vários esclarecimentos cientificamente justificáveis e importantes para esclarecimentos gerais.

9. Por quê o calendário Maia diz que o mundo terminará no final de 2012? Tenho ouvido que eles foram muito precisos no passado com profecias sobre outros planetas. Como você pode ter certeza de que vocês sabem mais do que eles sabiam?

Os calendários existem para manter registros da passagem do tempo, não para profecias sobre o futuro. Os astrônomos maias eram habilidosos, e desenvolveram um calendário muito complexo. Os calendários antigos são interessantes para os historiadores, mas não tinham a habilidade que temos hoje para manter registros do tempo, ou da precisão dos calendários atualmente em uso. O ponto principal, entretanto, é que calendários, tanto os contemporâneos quanto os antigos, não podem prever o futuro do nosso planeta ou advertir sobre coisas que irão ocorrer em uma data específica como em 2012.

Eu observo que o meu calendário de mesa termina muito antes, em 31 de dezembro de 2009, contudo não interpreto isto como sendo uma premonição do Armageddon. É apenas o princípio de um novo ano.

10. Qual é a teoria do deslocamento polar? É verdade que a crosta terrestre faz uma rotação de 180 graus ao redor do seu eixo em uma questão de dias se não de horas? Isto tem algo a ver com nosso sistema solar inclinando-se abaixo do equador galáctico?

A reversão da rotação da Terra é impossível. Isso nunca aconteceu e nunca acontecerá. Há movimentos lentos dos continentes (por exemplo a Antarctica era próxima do equador há centenas de milhões de anos atrás), mas isso é irrelevante quanto às afirmações da reversão rotacional dos pólos. Entretanto, muitos dos websites sobre desastres arrastam as pessoas ao engodo e as fazem de tolas. Eles alegam haver relação entre a rotação e a polaridade magnética da Terra, que modifica de maneira irregular a reversão magnética que ocorre a cada 400.000 anos em média. Até onde sabemos, tal reversão magnética não causa qualquer dano à vida na Terra. De qualquer forma é muito improvável ocorrer uma reversão magnética nos próximos milênios.

Mas eles alegam falsamente que a reversão magnética está chegando (em 2012) e isso é o mesmo, ou engatilhará, uma reversão rotacional dos pólos. O ponto principal é: (a) Direção da rotação e polaridade magnética não estão relacionadas. (b) Não há razão para esperar a ocorrência de uma reversão da polaridade magnética a qualquer hora em breve, ou de antecipar qualquer efeito ruim para a vida quando eventualmente ocorrer. (c) Uma súbita alteração no pólo rotacional com conseqüências desastrosas é impossível. Também, nada disso tem algo a ver com o equador galáctico ou qualquer outra coisa sem sentido acerca do alinhamento que aparece em muitos dos websites com teorias conspiratórias.

11. Quando a maioria dos planetas se alinharem em 2012 e o planeta Terra estiver no centro da Via Láctea, qual será o efeito disso no planeta Terra? Isso poderia causar a alteração do pólo, e se assim for o que se poderia esperar?

Não há alinhamento planetário em 2012 ou em qualquer outro momento dentro das muitas próximas décadas. No que se refere a Terra estar no centro da Via Láctea, eu não conheço o que significa essa frase. Se você se refere à Galáxia Via Láctea, estamos muito distantes da direção das bordas da galáxia espiral, algo como 30.000 anos-luz do centro da galáxia. Nós circulamos o centro galáctico em um período de 225-250 milhões de anos, sempre mantendo aproximadamente a mesma distancia. No que se refere a mudança do pólo, também não sei o que isso significa. Se isso significa alguma mudança de subida na posição do pólo (isto é, a rotação do eixo da Terra), então aquilo é impossível, conforme se observa na resposta da questão 10. O que muitos websites realmente discutem é o alinhamento da Terra e do Sol com o centro da Via Láctea na constelação de Sagitário. Isso ocorre todo mês de dezembro, sem conseqüências ruins, e não há razão para a expectativa de que 2012 será diferente de qualquer outro ano. ”

A ciência está correta?

Sim, e ela se baseia em observações do passado que sempre tendem a se repetir em comportamentos e isto é certo. Entretanto, duas observações podem ser feitas: a primeira de que nem profecia e nem ciência podem pré dizer com 100% de certeza tudo que vai acontecer, mas podemos baseados nestes dados juntar um quebra cabeça para traçar as possibilidades e as tendências, e a segunda é que os dados tanto ocultistas quanto científicos de que dispomos são insuficientes e desconhecidos todos os fatores causais para termos algum tipo de “certeza absoluta”. Aliás, como ensina a teosofia, vivemos em completa incerteza. Quem é que pode ter certeza de alguma coisa? Não conhecemos ainda nem o corpo humano completamente a ponto de curarmos as nossas próprias doenças. Nós não sabemos nada com certeza absoluta, nem se estaremos vivos no dia de amanhã.

Em termos científicos a própria NASA possui dezenas de cientistas com opiniões divergentes em vários pontos, assim como observamos os cientistas climáticos pró-global warming (a maioria) e outros céticos que saem todos os dias refutando que estas questões estejam sendo causadas pelo homem.

A NASA liberou recentemente um relatório elaborado pela National Academy of Sciences a pedido da própria NASA que os E.U.A esqueceu o poder do sol, criando uma sociedade com tecnológias sensíveis como nunca antes a danos à infra-estrutura global que podem ser causadas por tempestades solares.

http://www.wnd.com/index.php?fa=PAGE.view&pageId=85819

O estudo não prevê um desastre novo solar ou ambiental. Em vez disso, ela estuda os efeitos do comportamento do Sol, cíclico normal em cima da tecnologia moderna.

See for yourself how and why power interests are setting off the false alarm of man-made climate change to suit their own agenda in the DVD “Global Warming or Global Governance

Professor Daniel Baker is director of the Laboratory for Atmospheric and Space Physics at the University of Colorado and chaired the panel that prepared the report. Professor Daniel Baker é diretor do Laboratório de Física Atmosférica e Espacial da Universidade do Colorado e presidiu a comissão que elaborou o relatório.

“Quer se trate de catástrofes terrestres ou incidentes climáticos extremos espaço”, escreve Baker em um comunicado divulgado com o relatório, “os resultados podem ser devastadores para as sociedades modernas, que dependem de uma infinidade de maneiras de avançados sistemas tecnológicos.”

Segundo o relatório, os E.U.A. cresceu tão dependente de tecnologias modernas, sem o respeito do que o sol pode e tem feito, e que é importante saber que coloca em risco  comunicações, finanças, transporte, governo e serviços até colapsos de emergência.

O relatório lista os possíveis efeitos em cascata de uma grande tempestade solar como “interrupção do transporte, comunicação, sistemas bancário e financeiro, e os serviços governamentais, a repartição da distribuição de água potável devido à falha da bomba, e da perda de alimentos perecíveis e de medicamentos por causa de uma falta de refrigeração.

Históricos das tempestades solares

O impacto das tempestades solares são muitos, como os recentemente registrados.

Em março de 1989, uma tempestade geomagnética derrubou a rede elétrica na maior parte do Quebec, deixando milhões de canadenses sem energia por hora.

Em janeiro de 1994, segundo os registros da NASA, houveram perdas de 290 milhões dólares do Canadá de telecomunicações devido ao satélite Anik E2 que foi nocauteado por uma tempestade solar, e levou seis meses e $ 50-70 milhões para recuperá-lo em funcionamento.

Uma das contribuições mais perigosas para as tempestades solares é uma ejeção de massa coronal, uma nuvem de partículas carregadas em expansão jogadas pelo sol através do espaço em velocidades supersônicas. De acordo com um vídeo sobre o Space.com, o CME impactado pela Terra em 1998, derrubou um satélite de comunicações e perturbou os E.U.A na região central e apagou quase todos os sinais de pager no país.

Mas em 1859, ocorreu CME de intensidade extrema, excepcionalmente de alta velocidade e atingiu os campos magnéticos da Terra oposto do planeta. O resultado da “tempestade perfeita” causou temporariamente o dobro da luz do sol, causanda aurora colorida – normalmente só é visível nas regiões polares – de ser visto como a sul como o Havaí e curto nos fios do telégrafo, e incêndios devasdadores nas florestas em todo os E.U.A e Europa.

Em 1859, porém, o telégrafo tinha apenas 15 anos de idade. Não havia tecnologia via satélite ou televisão, sem grades de poder, sem caixas automáticos e sem sistemas de posicionamento global, ajudando o tráfego direto em terra, ar e mar.

“A repetição contemporânea da [1859] tempestade solar perfeita”, conclui o relatório da NASA, “causaria significativamente as mais extensas (e possivelmente catastróficas) perturbações sociais e econômicas”.

– continua

Por Atama Moriya, em 20-01-2010

Anúncios
Esse post foi publicado em "2012" - Fim de um ciclo, Global Warming e marcado , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Haiti faz parte da tragédia anunciada “2012”? – Parte II

  1. T&T disse:

    PARABÉNS! Esta postagem do seu blog foi escolhida para ser publicada numa obra literária que estamos a preparar, caso esteja interessado/a em ceder-nos gratuitamente todos os direitos autorais e literários, será recompensado/a com a inclusão no nosso livro do endereço do seu blog (E o seu nome se assim o desejar). NOTA: Caso esteja de acordo, aguardamos resposta para o e-mail: blogstalentosos@gmail.com

  2. WP Themes disse:

    Good post and this enter helped me alot in my college assignement. Say thank you you on your information.

  3. Um Amigo disse:

    Entulhando o Blog do Atama mais um pouco…risos.

    Bem; a única coisa que consigo deduzir de tudo isso é que algo descomunal aconteceu num passado terreno situado entre 10.000/12.000 anos atrás.

    Aqueles Mamutes congelados repentinamente (bem como a região ao redor onde pastavam), mostram algo muito estranho que ninguém (a ciência) deu uma explicação plausível (o livro “A Profecia de Orion” defende a teoria que a crosta terrestre se deslocou, levando essa região onde pastavam, que outrora tinha vegetação e clima perene, para uma região ártica em questão de minutos…isso mesmo, minutos = por isso dos vestígios de alimentos na boca e estomago dos mesmos antes de morrerem congelados).

    Este livro também defende a teoria que a Antártida é parte da Atlântida que foi deslocada para aquela região gélida (pólo sul).

    Independente de tudo; creio que “só” o fato de não termos explicações plausíveis sobre o que aconteceu com esses Mamutes de verdade, bem como os vestígios de fosseis marinhos encontrados milhares de quilômetros distantes da atual posição do mar, levam a crer que forças de ordem natural que sequer conseguimos imaginar hoje em dia atuaram num passado relativamente remoto.

    Como a ciência explica apenas estes 2 casos? Como este Srº David Morrison pode afirmar de forma tão veemente que a Terra nunca teve “comoções” passadas? Nem Albert Einstein teve essa ousadia em seu tempo! Vejam; não estou me baseando em coisas que para muitos não passam de superstição/lendas (Atlântida), estou abordando duas situações que estão ai para quem quiser ver, e até hoje eles não explicam (sequer tocam no assunto).

    Com relação às explosões solares, já li depoimentos de pessoas bem preocupadas com a intensidade das mesmas. Caso elas realmente se dêem como muitos dizem, existem correntes de estudiosos que pregam um colapso em diversos satélites em órbita, e estes, por tabela, afetariam tudo que dependa deles (sinais de celulares e TV, aparelhos GPS, transações bancárias, enfim, comunicação como um todo)…que teríamos um retrocesso de décadas (até que tudo fosse reparado, de acordo com a gravidade da situação).

    Não bastasse a maior atividade do Sol, outros estudiosos falam que o campo magnético da Terra esta enfraquecendo “a galope” = que isso é comprovado cientificamente (dizem que esse tipo de fenômeno ocorre quando o planeta está prestes a inverter seus pólos magnéticos…não confundir com os pólos físicos), que esse somatório de fatores podem afetar ainda mais os satélites (deixá-los mais desprotegidos das influências solares, pois o magnetismo do planeta funciona como um “escudo” para tudo que está em sua órbita e dentro do próprio planeta).

    É cada coisa; já li até uns dizendo que quando os pólos magnéticos se inverterem sabe-se lá quando (é mera questão de tempo = que isso é certo segundo alguns) muitos satélites e objetos em órbita podem simplesmente se desgarrarem do planeta e vagarem pelo espaço (que a influência que a Terra tinha sobre os mesmos diminuirá).

    Não vou nem entrar nas questões de mutações de vírus, doenças diversas, etc, que já li…e que segundo muitos o campo magnético do nosso planeta nos protege, mas com seu enfraquecimento e a maior atividade do Sol, este desencadeará novas vertentes. Enfim; não sei o que procede sobre estes assuntos (deixo para a astrofísica, física, matemática, filosofa, historiadora, psicóloga, astrônoma, astróloga, geneticista, bióloga, cartomante e mãe de santo Ode nos revelar…kkk).

    Aguardamos ansiosos seus comentários Ode…risos. O que você vê…kkk?

    Brincadeirinha em…risos.

    Deixo os amigos com a palavra agora.

    Vou indo nobres.

    Fiquem com Deus, fiquem bem.

  4. Um Amigo disse:

    Olá Atama. Venho colocar mais “lenha na fogueira”…risos.

    Este Srº David Morrison disse o seguinte trecho:

    “A reversão da rotação da Terra é impossível. Isso nunca aconteceu e nunca acontecerá.”

    Foi como você disse Atama, dentro da própria comunidade cientifica existem vários cientistas que divergem sobre um mesmo assunto, então quando um deles da uma determinada opinião sobre um tema, o bom senso recomenda ouvir com respeito, mas não aceitar como verdade absoluta até que o mesmo seja provado.

    Como abordei acima, vou colocar mais “lenha na fogueira” (risos) e que cada um tire suas próprias conclusões (não tenho a mínima intenção de querer provar nada aos amigos, aquilo que cada um achar válido, guarde como mais informação para suas pesquisas pessoais, aquilo que achar bobagem, descarte).

    Bem; afirmar que nunca aconteceu e que nunca acontecerá algo dessa natureza creio ser bem prematuro. Lembro que Einstein deu total atenção à teoria do deslocamento das massas (da Crosta Terrena), onde a mesma se encontra sobre um manto de magma e que em virtude de circunstâncias bem especiais, esta poderia sim, deslizar sobre o magma abaixo. Já vi muitos documentários onde são mostradas regiões na Terra que arqueólogos afirmam (com provas) que tal lugar já foi mar (encontrando, inclusive, fosseis de crustáceos, peixes e restos de conchas)…o que infelizmente muitos destes documentários não abordam é algo elementar que passa na cabeça de muitas pessoas: “Como o mar simplesmente saiu daquele lugar e foi parar, muitas vezes, milhares de quilômetros de distância?”

    Não é necessário ser nenhum cientista para saber que para o mar se deslocar assim, teria que ter acontecido algo de proporções descomunais no passado remoto da Terra.

    Saindo do lado da “ciência” e indo para o lado da “ficção” (infelizmente é assim que nossa ciência trata estes assuntos), muitos aqui já ouviram falar do Grande Dilúvio Bíblico, do “sumiço” da arquipélago/continente chamado Atlântida, do afundamento de Lemuria/continente MU (do qual ainda restam algumas partes que não afundaram: a Ilha de Páscoa e a própria Austrália são partes de MU).

    Voltando a “ciência”, como ela explica o mistério do Mamute da Sibéria por ex? Nele ainda continham vegetais no estomago e na boca, são incógnitas que muitos estudiosos lançam “1001” teorias, mas na verdade não sabem explicar (o que aconteceu para ele ter tido um congelamento tão abrupto/repentino? Diga-se; ele e a região ao seu redor, como de “um instante para outro” aquela região antes com vegetação e clima perene, virou um “inferno congelante”…segundo o site abaixo, sua carne se encontrava conservada mesmo passados quase 10.000 anos).

    http://frankherles.wordpress.com/2009/05/02/o-enigma-dos-mamutes-da-siberia/

    Quando o Prof Charles Hapgood elaborou sua teoria do deslocamento das massas, Albert Einstein disse: “…não se pode duvidar que ocorreram deslocamentos significativos da crosta terrestre repentinamente, em curto período de tempo.”

    http://www.acasicos.com.br/html/teoria_massas.htm

    Vejam amigos, não estou dizendo que em 2012 vai acontecer algo (vocês sabem muito bem o que penso sobre datas marcadas), bem como não estou dizendo que algo dessa escala vai acontecer. Só estou rebatendo o argumento de um cientista com de outro cientista sobre um mesmo assunto (David Morrison “x” Albert Einstein), bem como vou me focar sobre o que lemos em relação à Atlântida.

    Como todos aqui; já fiz muitaaa pesquisa sobre Atlântida, recentemente li um livro chamado “A Profecia de Orion”…tem muitas coisas nele que “conferem” com outras fontes que li (o que não quer dizer que estejam certas, nem erradas), bem como outras coisas que não acredito (normal em qualquer pesquisa).

    Semana passada estava até “conversando” com nossa querida Ode por e-mail sobre estes intrigantes assuntos (sempre ela, só ela para me agüentar…kkk. Né Ode…kkk?). Perguntei para ela se tinha assistido ao filme “2012” e lido o livro “A Profecia de Orion”, para facilitar a digitação, vou colocar os trechos do meu e-mail abaixo:

    “Lógico que tudo o que eu lhe disser não tenho como provar, então guarde como mais informações para ti, confronte com o que você já sabe e descarte o que achar bobagem.

    A Esfinge (que é mais antiga que as 3 Pirâmides) foi construída pelos Atlantes que desembarcam nessa região africana. Foram os Atlantes que escaparam do arquipélago (ou o que ainda restava dele) que construíram este monumento.

    A Esfinge tem a forma de um Leão porque o cataclisma que findou com o que ainda restava do outrora arquipélago/continente de Atlântida se deu na era de Leão (atualmente ainda estamos em Peixes pelo que sei, alguns dizem que já estamos em Aquários, mas pelo que sei…não). Os Atlantes que desembarcaram ali construíram a Esfinge e depositaram nela vários artefatos de sua civilização, bem como escritos que contam como era Atlântida (mapas) e como as coisas se sucederam…como disse, tem a forma de um Leão porque tal cataclisma se deu nessa era, e depositaram nela para que fosse a guardiã destes artefatos Atlantes.

    Aquela não era sua cara original (era semelhante a um Leão mesmo), um dos faraós mandou “remodelar” sua face “a sua imagem”. A entrada que leva ao interior da Esfinge se dá entre as patas da mesma, existe uma porta selada que o governo do Egito não permite que os arqueólogos abram (link abaixo).

    De Leão até Peixes, já passamos por: Câncer, Gêmeos, Touro, Aires (cada um com 2160 anos parece).

    Vou colocar uma citação do Livro “A Caminho da Luz” de Emmanuel (tutor de Chico Xavier):

    ‘Dentre os Espíritos degredados na Terra, os que constituíram a civilização egípcia foram os que mais se destacavam na prática do Bem e no culto da Verdade. Aliás, importa considerar que eram eles os que menos débitos possuíam perante o tribunal da Justiça Divina. Em razão dos seus elevados patrimônios morais, guardaram no íntimo uma lembrança mais viva das experiências de sua pátria distante. Um único desejo os animava, que era trabalhar devotadamente para regressar, um dia, aos seus penates resplandecentes.

    Uma saudade torturante do céu foi a base de todas as suas organizações religiosas. Em nenhuma civilização da Terra o culto da morte foi tão altamente desenvolvido. Em todos os corações morava a ansiedade de voltar ao Orbe distante, ao qual se sentiam presos pelos mais santos afetos. Foi por esse motivo que, representando uma das mais belas e adiantadas civilizações de todos os tempos, as expressões do antigo Egito desapareceram para sempre do plano tangível do planeta. Depois de perpetuarem nas Pirâmides os seus avançados conhecimentos, todos os Espíritos daquela região africana regressaram à pátria sideral.’

    Obs: degredados na Terra significa os exilados de Capela = Atlantes/Egípcios, Chineses, Israelitas, etc (indo nessa ordem cronológica de tempo, lógico que isso não significa que atualmente, por ex, todos os Chineses e Israelitas sejam de lá = Capela). Emmanuel se refere bem no inicio dessas civilizações, e não séculos/milênios depois.

    Enfim; tem muitas coisas que você também sabe que da um “nó” no cérebro de qualquer um.

    Bem; te perguntei sobre o livro “A Profecia de Orion” e o filme 2012 porque eles lançam uma teoria bem interessante sobre como o Sol e suas atividades podem causar mudanças na crosta Terrestre (imagine o planeta como uma laranja cortada ao meio, a Crosta seria a fina casa endurecida = onde tudo se encontra em cima = os continentes e o fundo do mar…abaixo dela, magma e rochas não totalmente endurecidas/nem liquefeitas = estado pastoso). É lançada a teoria de que o Sol, em suas atividades absurdas (e bastante desconhecidas pelo homem), pode afetar a parte pastosa no interior da Terra (deixando-a mais liquefeita/quente), bem como essas rochas que não se encontram totalmente endurecidas/liquefeitas ficarem mais liquidas…enfim, é algo difícil explicar, mas é como se a Crosta pudesse deslizar sobre esse “mar de magma” que se encontra abaixo (independente dos movimentos do planeta)…essa é a explicação que o livro da para o fim de Atlântida (o Sol foi o causador).

    Trechos do livro:

    ‘Grande quantidade de dados empíricos indicam que em cada ponto da superfície da Terra que foi cuidadosamente estudado, produziram-se muitas mudanças climáticas e aparentemente, de maneira bastante repentina. Segundo Hapgood, isto é explicável se a casca exterior da Terra, que é virtualmente rígida, de vez em quando suporta um extenso deslocamento das camadas interiores viscosas, plásticas e possivelmente fluídicas. Tais deslocamentos podem ter lugar como conseqüência de forças comparativamente suaves que se exercem na crosta e derivam do ímpeto da rotação da Terra, a qual por sua vez, tenderá a alterar o eixo de rotação da crosta terrestre.’

    ‘A teoria da obra The Path of the Pole [O caminho do Pólo] sustenta que a crosta de nosso planeta sofreu reiterados deslocamentos e que estes produziram-se com muita rapidez; em questão de dias ou talvez de horas. Hapgood explica que a carapaça exterior da Terra se move de tanto em tanto, transladando alguns continentes para os pólos. como resultado de seus estudos, Hapgood assevera em uma nota preliminar de seu livro The Path of the Pole.’

    ‘A interpretação correta do símbolo dos dois leões é a seguinte: ao sofrer a crosta terrestre um deslocamento, os continentes já não se encontraram em sua posição original. Mas há mais ainda: quando o Sol voltou a sair no horizonte, este era um novo horizonte porque a Terra deu volta. Os egípcios simbolizaram isto, adicionando uma cruz alada, que é o símbolo da vida eterna no Egito. O Sol iria ficar nesse horizonte até o dia do próximo cataclismo, depois do qual pode começar um novo ciclo de destruição e ressurgimento. O professor Frank C. Hibben descreve a magnitude da destruição provocada pelo último cataclismo, na obra The Lost Americans [Os americanos perdidos]: Pareceria que em meio de um cataclismo catastrófico faz doze mil anos, todo mundo vivente de animais e plantas do Alaska se congelou de repente, em plena atividade, originando assim uma tétrica adivinhação […] Os grandes animais que deram o nome ao período se extinguiram e sua morte marcou o fim de uma era.

    Mas como morreram? O que foi que causou a extinção de quarenta milhões de animais? Este mistério constitui uma das mais antigas histórias de detetives no mundo. Um bom relato detetivesco inclui seres humanos e morte, condições que se acham ao final do pleistoceno. Neste caso particular, a morte teve tão colossais proporções que dava vertigem contemplar seus rastros […]

    Dos fossos de esterco do vale de Yukon obtivemos o quadro de uma rápida extinção. As provas de violência ali são tão óbvias como as dos campos do horror na Alemanha. Essas pilhas de corpos de animais ou pessoas não ocorrem simplesmente porque interveio um meio natural comum[…]

    Através do esterco do Alaska também há evidência de que houve alterações atmosféricas de uma violência sem par. Os mamutes e bisões, por igual, foram destroçados e retorcidos como por uma mão cósmica em um arranque de fúria divina… Os animais foram rasgados e esparramados por toda a paisagem como se se tratasse de fios de palha e fio-, embora alguns deles pesavam várias toneladas. Mesclados com as pilhas de ossos se encontram as árvores, também retorcidas, destroçadas e empilhadas em grupos confusos; e tudo isto coberto por um fino esterco peneirado que, ao congelar-se, ficou em estado sólido.

    Isto aconteceu a última vez. Agora nos encontramos frente ao próximo cataclismo. Será na parte final da Era de Peixes, a qual finaliza em 2016, ou na Era de Aquário? Procuramos a resposta à esta pergunta, urgentemente.’”

    Abrindo um “parenteses”, novamente reafirmo que não estou fazendo apologias a datas (o livro cita 2012/2016) e nem dizendo que tudo se deu como ele diz, estou apenas passando mais informação.

    Abaixo um link que hospedei deste símbolo Egípcio dos “2 Leões” (caso “caia”, hospedo novamente).

    Continuando…

    “Vou te enviar o livro em anexo.

    Ode, alguns cientistas não acreditam que o atual índice de carbono na atmosfera seja o causador do aquecimento Global, bem como o responsável pelo desequilíbrio climático (uns creditam isso ao Sol e suas influências na Terra, dizem que o planeta já teve quase 10 vezes mais índices de carbono na atmosfera em épocas remotas e isso não causou essa loucura no clima/aquecimento global…agora não me pergunte de onde eles tiram esses dados = que a Terra já teve 10 vezes mais índice carbono e tal coisa não afetou seu clima).

    Não lembro em qual site li tempo atrás, que um estudioso dizia acreditar que a Crosta da Terra já esta se movendo muito lentamente e de forma diferente em relação ao restante do planeta “embaixo”. Que isso sim, estaria causando o derretimento dos pólos = porque as partes de terra que antes eram congeladas (por serem os pólos) estariam descongelando pelo fato de estarem deixando de serem os pólos…sendo assim, outras partes de terras vão se congelar e passarão a ser os novos pólos quando este movimento da Crosta cessar e ela novamente voltar a acompanhar os movimentos da Terra “embaixo” (quando o atrito entre ambas voltar a aumentar, para que a Crosta volte a se “prender” com mais firmeza na camada abaixo dela…e que isso só vai acontecer quando o Sol “colaborar”).

    É coisa de louco mesmo, da um “nó” no cérebro de qualquer um…risos.

    Bem, com relação ao livro. Tem coisas nele que não concordo, outras acho plausíveis, enfim…mais informação para a busca pessoal de cada um (tem muitas coisas sobre os Egípcios).

    Em anexo também o Símbolo Egípcio dos 2 Leões citado logo no inicio deste ultimo trecho (que na era de Leão; ora “ele” olhava para um lado, ora para outro…explicando que sua visão do horizonte terreno mudou = que a visão daquela Era mudou = que a Terra mudou). Não terminei de ler o livro todo, mas é interessante (tem muita coisa similar que já li na Bíblia, dentre outras).

    Existem menções Bíblicas no Apocalipse do céu passando sobre nós como se fosse um papiro que se enrola. Vi um vídeo atrelado a este tipo de assunto onde é dito que o descongelamento acentuado das geleiras pode vir a causar um deslocamento da Crosta, pois isso alteraria o seu atual estado de equilíbrio (com o descongelamento das geleiras e a ida dessa água toda para o mar, este se eleva, mas os pólos da Terra perdem massa/peso = o gelo que se derrete…enfim, que isso pode causar um desequilíbrio na crosta também).

    Com relação às menções Bíblicas (Apocalipse: Cap. 06 – Vers. 12/17):

    ‘E havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o Sol tornou-se negro como saco de cilício, e a Lua tornou-se como sangue. E as Estrelas do Céu caíram sobre a Terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. E o Céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. E os reis da Terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas. E diziam aos montes e aos rochedos: ‘Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro. Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?’

    ‘E o Céu retiro-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos lugares’…muito estranho, não acha?

    Essa parte abaixo é a que acho mais interessante (Isaias: Cap.24 – Vers. 17/23):

    ‘O temor, e a cova, e o laço vêm sobre ti, ó morador da Terra. E será que aquele que fugir da voz de temor cairá na cova, e o que subir da cova o laço o prenderá; porque as janelas do alto estão abertas, e os fundamentos da Terra tremem. De todo está quebrantada a Terra, de todo está rompida a Terra, e de todo é movida a Terra. De todo cambaleará a Terra como o ébrio, e será movida e removida como a choça de noite; e a sua transgressão se agravará sobre ela, e cairá, e nunca mais se levantará. E será que naquele dia o SENHOR castigará os exércitos do alto nas alturas, e os reis da Terra sobre a Terra. E serão ajuntados como presos numa masmorra, e serão encerrados num cárcere; e outra vez serão castigados depois de muitos dias. E a Lua se envergonhará, e o Sol se confundirá quando o SENHOR dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente.’

    Porque “um cara” que viveu lááá na época do Antigo Testamento diria tais coisas? De onde ele tirou “inspiração” para dizer que “os fundamentos” da Terra tremem (fundamentos me lembram base/sustentação/pilar)? Poderia ser a Crosta?…

    Porque diria que de todo cambaleará a Terra como se estivesse “bêbada”, sendo movida e removida como choça da noite?

    Agora essas partes são intrigantes: “a Lua se envergonhará”…“o Sol se confundirá”. Sei lá; sabemos que a Lua sempre reflete a luz do Sol (por isso que a vemos de noite), quando alguém esta “envergonhada” fica “vermelha/rubra” (a Lua estaria refletindo uma “vermelhidão” anormal do Sol?)…“o Sol se confundirá”…será que o Sol não será mais o mesmo que estamos tão habituados a ver, estaria então “confuso” (e a Lua refletirá isso)? Seria este o “cenário” que Isaias viu? Tudo isso tendo conseqüências na Terra?

    Porque “diaxo” o profeta Isaias que viveu entre 740AC/681AC em Jerusalém diria tais coisas? Ele não tinha coisas melhor para fazer? Tudo muito estranho Ode!

    Particularmente, me parecem situações onde o “Céu se move” (a Crosta ou a própria Terra em desequilíbrio no espaço, com isso nossa visão olhando para o Céu muda = as posições das estrelas, etc). Veja essa descrição no livro “As Profecias de Orion”:

    ‘Quando o Sol passou o décimo sexto grau do signo de Leão no ano 9792 a .C, o inferno se desatou. Uma luz abrasadora proveniente daquele alcançou a Terra e o Céu pareceu desmoronar-se, mas de fato, a Terra se inclinou. O símbolo dos dois Leões é uma ilustração de nossa evidência.’

    ‘O núcleo de ferro da Terra é magnético; devido ao deslocamento do núcleo magnético, a Terra começará a mover-se para o outro lado. Em conseqüência, a crosta terrestre exterior se arrancará, em outras palavras, ficará “flutuando”, solta, já não estará obstinada a seu “padrão”. Se você se encontrar no planeta nesse momento, este se inclinará uns milhares de quilômetros em um par de horas. Ao olhar o Céu parecerá que este “vem abaixo”, como o descrevem as antigas escrituras. Produzir-se-ão sismos gigantescos. As lâminas terrestres se moverão, as montanhas se elevarão ali onde não havia nada, partes da terra se abrirão e paralisarão, as montanhas vão desmoronar-se, a terra se afundará no oceano e os vulcões entrarão em erupção em muitos lugares.’

    Abaixo uma transcrição do que eles dizer ter interpretado de símbolos egípcios:

    ‘No Céu púrpura que agora estava tranqüilo, de repente viram sair o Sol com movimentos abruptos e observaram-no com angústia. Aferraram-se aos corrimões dos navios para certificar-se de que ainda estavam a bordo. Uns minutos mais tarde, o Sol voltou a desaparecer e sobreveio a noite. Para seu assombro, as estrelas também adotaram esse ritmo rápido; logo a Lua apareceu e se moveu com tal velocidade pelo Céu que parecia que se chocaria com a frota. A noite inteira sobreveio em menos de uma hora. Ninguém sabia o que estava acontecendo, ninguém podia dizer se este dia seria seguido por outro ou não.’

    O livro é interessante. Lógico que não estou dizendo que acredito em tudo ali, mas é interessante (guarde apenas como mais informação, para você sempre confrontar…sempre).

    Enfim, vivamos e aguardemos.”

    Terminou…

    Ainda não terminei de ler este livro, assim que terminar darei minha opinião sobre o mesmo.

    Novamente deixo claro; não acredito em fim do mundo como muitos pregam (já disse isso na parte 1), em mudanças sim (e isso é bem visível), fim dele não. Também não apoio a “pregação” de datas.

    Não sei o que acontecerá daqui 2, 3, 5, 10…20 anos, a única coisa que sei é que estou vivo é no “agora”, e dentro deste “agora” preciso fazer minha parte buscando um “amanhã” melhor…e o que vier, que venha (vamos ter a Ode para nos salvar em sua casa…kkk).

    Brincadeirinha em…risos.

    Vou indo nobres, fiquem com Deus, fiquem bem.

    Obs1: Atama, desculpa este imenso post, mas fiquei com receio de “picotá-lo” em partes menores e o mesmo perder seu sentido (se é que tem algum = caso não tenha, é culpa da Ode, ela que conversa esses assuntos comigo por e-mail, pode castigá-la…kkk).

    Obs2: Caso alguém consiga colher uma linha que seja de algo útil, já fico satisfeito.

    Abraços.

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s