João de Deus prefaciado por Amit Goswami

No livro João de Deus de Heather Cumming – 2007 – Editora Pensamento, o físico Amit Goswami, autor da Física da Alma, O Médico Quântico e um dos autores do filme “Quem Somos Nós”, escreve o prefácio que vale a pena ser lido.

“João de Deus é mais do que uma pessoa, é um fenômeno científico de suma importância. Por isso eu gostaria de complementar, com uma explicação científica, a exposição bela e afetuosa das autoras sobre o fenômeno João de Deus.

Em nossa busca por significado, há ocasião em que as buscas de dois indivíduos convergem e eles passam a ter uma correlação.

A física quântica, quando interpretada apropriadamente dentro da primazia da consciência, torna possível explicar essa correlação como um aspecto da não-localidade quântica. A não-localidade quântica envolve a comunicação não-sinalizada que ocorre por meio da interconectividade chamada consciência, a qual nos conecta fora do espaço e do tempo; nenhum sinal, portanto, é necessário para tal comunicação. Podemos chamar de “psíquicas” as pessoas com capacidade para a comunicação não-local, mas – alto lá! Todos nós temos essa capacidade em potencial. O fenômeno por trás de João de Deus é especial porque corresponde a uma entrega extraordinária a essa capacidade. No caso de João de Deus, um dos comunicadores, João de Deus (ou seja, o Médium João) está encarnado – tem um corpo físico –, mas o outro é desencarnado, não tem corpo físico.

Portanto, a explicação científica do fenômeno João de Deus envolve perguntas como “É possível que existam entidades desencarnadas?”, “Uma pessoa viva pode se comunicar com uma entidade desencarnada?”, “Como se determina a prova cientifica?”

Bem, caro leitor, agora se prepare. Todas essas perguntas podem ser consideradas e respondidas cientificamente. Neste livro, você lerá sobre um fenômeno cientificamente crível, embora controverso. Você também lerá sobre a cura por meio do amor incondicional, o que também terra uma explicação científica.

Se conversarmos com cientistas do velho paradigma – defensores confessos da filosofia do materialismo científico, que considera todos os fenômenos como manifestações da matéria –, nós os ouviremos dizer que falar de urna entidade desencarnada é algo que cheira a dualismo. Eles perguntariam, presunçosos, “Qualquer interação requer troca de energia, e a energia do mundo físico nunca se perde. Como entidades desencarnadas, presumivelmente extra físicas, interagem com uma entidade física como um médium?”

Existe uma resposta para o dualismo? Na física quântica, todos os objetos são possibilidades quânticas. É a nossa experiência dos objetos materiais que dá a eles qualidades materiais que percebemos com os nossos sentidos. Isso nos leva a presumir que outras possibilidades podem ser vivenciadas de modo diferente: não por meio dos sentidos.

A consciência é a base de todo ser – eis a metafísica com troca de paradigma que a física quântica requer de nós (do contrário nos veremos às voltas com os paradoxos insolúveis da lógica). Nessa base, coexistem com possibilidades materiais outras possibilidades quânticas, dentre as quais a consciência escolhe para criar experiências que não sejam sensoriais. Todos nós já passamos pela experiência de sentir energias vitais, se pensarmos em significado mental e em arquétipos/valores intuídos, como o amor, a beleza, a verdade e a justiça. Não existe dualismo na consciência interagindo com os mundos físico, mental, vital e arquetípico, pois esses mundos são possibilidades da própria consciência que ela escolhe para fazer com que experiências se manifestem. As nossas energias vitais, significados mentais e arquétipos intuitivos são extra físicos, não há dúvida, mas a sua interação com o físico é mediada pela consciência. Portanto, mais uma vez, não há nenhum dualismo nesse caso.

Nesse sentido, possuímos não só um corpo físico como também uma psique sutil, constituída de componentes vitais, mentais e arquetípicos, todos eles incorporados à consciência. Podemos sobreviver à morte do corpo físico? Sim, os corpos sutis sobrevivem junto com a sua base, a própria consciência. Sim, a existência desencarnada é possível!

Investigações teóricas detalhadas têm muito a revelar:

1 . Embora os mundos vital e mental não tenham estruturas como as do mundo físico, à medida que vivemos, as nossas experiências de viela produzem uma modificação funcional nas possibilidades vitais e mentais que usamos com mais freqüência, dando-nos corpos vitais e mentais funcionais que se correlacionam com o físico. Portanto, não só existe vida após a morte do físico, como existe individualidade naquilo que sobrevive. Ao contrário da memória física, que morre com o corpo físico, existem recordações quânticas sutis nos nossos corpos vital e mental. Essas recordações sobrevivem e podem ser até mesmo relembradas nas encarnações futuras. Quando isso acontece, temos a reencarnação. Eu chamo a entidade que sobrevive e reencarna da m do livro João de Deus de Heather Cumming.


2.. O que sobrevive, portanto, não é a parte histórica do nosso ego, mas o que chamamos de caráter, as nossas tendências e hábitos.

3.. Contudo, a escolha consciente feita a partir da possibilidade de criar eventos reais da experiência requer o corpo físico. Portanto, a vida fora da carne que se vive depois da morte é desprovida de experiências progressivas. Os materialistas podem relaxar; isso não é como um filme de Hollywood!

d.. Mas se existe um corpo físico disponível, o que acontece? Digamos que uma pessoa encarnada, um médium, por concordância não-local anterior, relacionada ao processamento de significado, permita que uma mônada quântica desencarnada use periodicamente o seu corpo físico para produzir experiência! E assim que ocorre a comunicação mediúnica, ou canalização (chamada de in-corporação neste livro).

e.. Se esse modelo estiver correto, então durante a canalização tanto o caráter mental quanto vital do canalizador seriam substituídos por um caráter vital e mental diferente. O caráter mental diferente seria mais bem indicado por um conjunto de competências ou habilidades diferentes. O caráter vital diferente seria indicado não só por um conjunto de habilidades vitais diferentes, mas também pela capacidade de funcionar dentro de uma nova série de muitos parâmetros fisiológicos.

O Médium João canaliza a memória quântica de outra pessoa que viveu antes dele e já morreu. Na verdade, enquanto João de Deus canaliza, ele transforma abruptamente o seu caráter e passa a irradiar amor incondicional que promove a cura daqueles que precisam dela.

Qual é a prova de que o Médium João – o caráter de João de Deus – realmente mude assim tão drasticamente a ponto de representar um desafio para a ciência? Heather Cumming e Karen Leffler fizeram bem em documentar e relatar, muitas vezes com fotografias, na tentativa de provar além de qualquer dúvida que o Médium João adquire extraordinárias capacidades quando incorpora ou canaliza uma entidade desencarnada.

O Médium João nunca estudou para ser médico, muito menos cirurgião. No entanto, quando canaliza uma entidade sutil, ele consegue realizar com êxito cirurgias cm pacientes com as mais diversas enfermidades.

O jeito, a postura e a maneira de falar do Médium João mudam quando ele incorpora. Ele irradia um amor que as outras pessoas podem sentir.

Talvez a prova mais impressionante relatada neste livro tenha ocorrido quando João de Deus sofreu um derrame que paralisou o lado esquerdo do seu corpo. Durante o período em que ficou parcialmente paralisado, João de Deus se comportou normalmente sempre que canalizou urna entidade; ele não tinha paralisia. E o que é mais estranho ainda: o Médium João foi capaz de canalizar uma entidade e operar ele próprio. Ele se recuperou dessa paralisia e se mantém saudável até hoje. Além de tudo isso, o Médium João normalmente tem vertigens e quase desfalece ao ver sangue, mas isso não aconteceu quando, incorporado, ele realizou urna cirurgia em si mesmo, nem em outras ocasiões em que canalizou e realizou cirurgias.

As autoras relataram que existe agora um elaborado protocolo de cura desenvolvido em torno do Médium João, o qual permite que qualquer pessoa o procure e seja curada. O protocolo em que outros médiuns ajudam João de Deus lembra tipicamente a oração e a cura pela energia (vital), excetuando o fato de que a mediunidade e a canalização estão em questão. Hoje, existe uma grande compreensão de que a oração de cura é uma cura quântica – auto -cura por meio de saltos quânticos do nosso ego separado e sofredor para os estados holísticos da nossa consciência. Um salto quântico é uma transição descontinua. Na verdade, existem muitos exemplos de que a cura é instantânea e que, portanto, sustentam essa visão.

Na verdade, embora a cura quântica exija um salto quântico, é muitas vezes imperativo que o paciente passe por um processo criativo demorado, constituído de quatro estágios: preparação ou “trabalho”, relaxamento ou “rendição ao ser”, salto quântico repentino de insight e manifestação. Na cura que se da na Casa de João de Deus, muitas vezes os pacientes têm de passar por um processo de preparação e entrega, antes que se dê o salto quântico de cura.

A mensagem principal deste prefácio é que João de Deus é um fenômeno totalmente crivei do ponto de vista da nova “ciência-dentro-da-consciência”. Mas eu não quero deixar o leitor com a impressão de que este livro sobre João de Deus só é importante do ponto de vista da ciência. A verdade é que ele inspirará muitas pessoas a conhecer a energia de amor e o poder de cura que estão ao alcance de todos nós. Eu mesmo pesquisei sobre esse assunto, tanto intelectual quanto empiricamente, e afirmo que as Entidades que se comunicam por intermédio de João de Deus estão ao alcance de todos. Entidades como essas costumam ser chamadas de guias espirituais. O poder criativo da cura quântica também está ao alcance de cada um de nós, se estivermos dispostos a empreender o processo criativo.

Por fim, quero dizer que, embora eu não conheça João de Deus pessoalmente, as autoras fizeram uma exposição tão carinhosa e cheia de encantamento sobre ele que, depois de ler este livro, senti como se já conhecesse o Médium João. Sinto o amor incondicional das Entidades que se comunicam por intermédio dele.

Se você ler este livro, acredito que sentirá a mesma inspiração.

O que mais posso dizer? Aqui neste livro está uma manifestação das energias de amor que acontecem localmente no Brasil, e Heather e Karen possibilitaram que essas energias sejam compartilhadas de todo e qualquer lugar!

Por isso eu sou grato e espero que você também venha a ser.”

Extraido do livro João de Deus de Heather Cumming – 2007 – Editora Pensamento

Mais sobre Amit Goswami em

http://www.amitgoswami.com.br/site/index.html

Anúncios
Esse post foi publicado em texto e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para João de Deus prefaciado por Amit Goswami

  1. Cláudia Queirós. disse:

    Meu nome é Cláudia, resido em Salvador-BA. Estive na Casa Dom Inácio de Loyolla pela 5ª vez em agosto de 2010. Confesso que ora sinto saudade. Sinto saudade dos momentos em que meditei na corrente de orações, do canto dos pássaros que ouvia enquanto assitia ao pôr do sol.
    Confesso que fui muito perseverante nos meus propósitos e, embora tivesse passado por muitas provações, jamais desisti.
    Sim, eu trago no meu ser a perseverança dos peregrinos. Em 1997 percorri o Caminho de Santiago de Compostela. Aprendi a ter perseverança, fé, confiança. Aprendi, também a receber mensagens espirituais e a nelas confiar.
    Durante minhas viagens a Abadiânia eu passei por transformações interessantes. Cheguei a primeira vez com o propósito de atingir a um determinado ponto mas as Entidades de Luz me mostraram que eu teria muito a aprender. Dentre outras coisas, me ensinaram a perdoar, o que, confesso, ainda estou aprendendo.
    Quando estou na corrente da Casa Dom Inácio gosto muito de me concentrar ouvindo as músicas que são tocadas. Particularmente, a música “Quanta Luz” tem um quê de especial. Gosto muito de sua simplicidade, da variação de tons, bem como da mensagem. Imagino muita luz e não raro derramo lágrimas de agradecimento, de felicidade.
    Outra música bastante especial é a Oração de São Francisco de Assis. Também me emociana muito. São Francisco de Assis curou minha tia de um câncer agressivo. Sou-lhe muito grata amada Entidade de Luz.
    Agradeço muitíssimo às Entidades de Luz, que inclusive se fizeram presentes durante o período em que eu “dormia” na pousada em que me hospedei. Dr. Augusto de Almeida, eu o considero um amigo espiritual sério, determinado e que realmente opera milagres. A amorosidade de Dom Inácio de Loyola, por sua vez, é algo que não sai de nossas lembranças.
    Recentemente uma amiga voltou de uma visita à Casa Dom Inácio de Loyolla e ao nos contar sobre sua experiencia junto à Entidade de Dom Inácio ela visivelmente se emocionou. Eu, é claro, compreendi, porque já havia sentido algo parecido.
    Comprei alguns livros sobre o trabalho realizado pelas Entidades de Luz na Casa Dom Inácio de Loyolla. Também adquiri o vídeo Healing. Eu os tenho emprestado como forma de divulgar a Casa Dom Inácio de Loyolla.
    Tenho pedido às Entidades de Luz que intercedam favoravelmente para que o Médium João e toda a equipe de voluntários da Casa Dom Inácio de Loyolla venham a Salvador-BA ainda em 2011. O povo de minha cidade, tão aberto à diversidade das manifestações espirituais certamente vai receber a todos de braços abertos. Esses serão dias DE LUZ, MUITA FELICIDADE.
    Que assim seja!
    Cláudia Queirós
    claudiacraq@click21.com.br

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s