Mais de um bilhão de pessoas passam fome no mundo – um absurdo em pleno século XXI – por que permitimos que isto continue a acontecer?

Mais de um bilhão de pessoas, cerca de um sexto da população mundial, sofre com a subnutrição de acordo com o relatório anual da Organização das Nações Unidas (ONU) a respeito de segurança alimentar, divulgado nesta quarta-feira.

O relatório elaborado pela FAO, a agência da ONU para alimentação e agricultura, afirma que o número de pessoas que sofre com a fome estava crescendo antes mesmo da crise econômica mundial, mas depois a situação piorou ainda mais.

“A FAO estima que 1,02 bilhão de pessoas estão subnutridas no mundo todo em 2009”, diz o documento, divulgado na sede da organização, em Roma. “Isto representa mais pessoas com fome do que em qualquer outra época desde 1970 e uma piora das tendências que já estavam presentes antes mesmo da crise econômica.”


“A meta da Cúpula Mundial sobre Alimentos (de 1996), de reduzir o número de pessoas subnutridas pela metade, para não mais do que 420 milhões até 2015, não será alcançada se as tendências que prevaleceram antes da crise continuarem”, acrescentou o relatório.”

Por outro lado, de acordo com o índice, alguns países demonstraram uma grande melhora nos níveis de subnutrição desde 1990. Em primeiro lugar está o Vietnã, seguido pelo Brasil.

Ao citar as medidas adotadas pelo Brasil para a melhora nos níveis de subnutrição, o relatório cita programas do governo como o Fome Zero, o Bolsa Família, o Minha Casa, Minha Vida e também o aumento do salário mínimo.

O relatório descreve também uma “crise no preço dos alimentos”, pois estes preços se estabilizaram em um nível muito alto para muitas pessoas em países em desenvolvimento.

E como solução, o documento sugere que dar mais poder para mais mulheres nos países em desenvolvimento, por meio de educação e mais acesso a empregos, é a chave para diminuir a fome no mundo.

Comentários esotéricos:

Isto tudo que está acontecendo em termos de fome mundial que impõem terríveis limitações e mortes prematuras em bilhões de seres humanos é inaceitável em qualquer circunstâncias.

Talvez no passado isto ainda pudesse passar desapercebido dado o grau de inconsciência humana que na verdade se traduz pela palavra ignorância humana”, mas hoje, em pleno pós-2000 em sã consciência não podemos mais permitir que isto continue no mundo.

Todo ser humano é tão importante neste mundo quanto qualquer um dos outros, de nós, de quem quer que seja, e permitir que muitos, bilhões tenham que sobreviver nestas condições é mesmo um suicídio espiritual daqueles que se encontram em situação um pouco melhor ou muito melhor.

As leis humanas permitem tantas coisas “criminosas” sob o ponto de vista divino e permitir aos outros direta ou indiretamente a uma situação incrivelmente ruim de sobrevivência é pela Lei do Carma, Equilíbrio e Harmonia o mesmo que um homicídio coletivo, e mesmo que individualmente ninguém ficará impune pela aplicação da Lei, ninguém mesmo, a não ser aqueles que estão por fazer a diferença em suas própria vidas, seja morando em qualquer lugar do mundo ou exercendo qualquer papel na sociedade.

O maior engano do ser humano é na sua própria “ignorância” considerar que isto tudo que acontece a sua volta não lhe diz respeito porquanto considera que não é responsável pelas mazelas sociais e econômicas do mundo. É mesmo uma visão tola e curtíssima de si mesmo.

Vivendo neste milênio em que o homem já conquistou tantos progressos materiais em todos os campos, é inadmissível que se feche os olhos para as leis herméticas que governam este dia da criação. E se as religiões, as filosofias, as culturas e a educação são insuficientes para aclarar as mentes humanas, todos, individualmente, passamos a ser responsáveis pelos outros e para que outros também consigam compreender a profundidade da lei mais simples e máxima de todo o entendimento ético de Cristo, ou seja, “amar ao próximo como a ti mesmo”.

Enquanto o ser humano não compreender esta máxima deixada por Cristo vai continuar sofrendo vida após vida, numa morte sem fim até que desperte da sua ignorância.

Por Atama Moriya, em 15-10-2009.

Esse post foi publicado em Crise econômica, Desafios da Humanidade, Global Warming e marcado , . Guardar link permanente.

3 respostas para Mais de um bilhão de pessoas passam fome no mundo – um absurdo em pleno século XXI – por que permitimos que isto continue a acontecer?

  1. Vanessa disse:

    É um misto de covardia – por não querer abrir mão da comodidade que o nosso sistema econômico e social nos proporciona (claro que, para pouquissimas pessoas), de vaidade – por termos valores e regras culturais que nos distanciam dos reais problemas sociais e nos fazem cultivar valores errados, e de ganância – por parte dos poucos que tem o controle e domínio e que, realmente poderiam fazer algo efetivamente para mudar o péssimo quadro social da humanidade.

  2. Adriana disse:

    Olá Atama!

    Hummm… Por que permitimos que que irmãos continuem vivendo de forma desumana?

    É uma questão que quando feita ao coração com sinceridade, se descobri que a unica razão para sermos coniventes e passivos com tal crueldade, é realmente a nossa “Ignorancia”, como você disse.

    Eu não permito que isto aconteça, por está razão busco aprender a ser um ser humano cada dia “melhor”… para que este melhor venha a refletir no mundo, como um aprendizado constante de amar o meu proximo como a mim mesma, e a Deus sobre todas as coisas… é um gesto ainda muito pequeno, mas necessario para que construa um mundo mais digno de se viver para todos.

    Bjkssssss

  3. Karin disse:

    Você tem razão, todos nós somos responsáveis pela tristeza espalhada no mundo e é uma pena que as pessoas não façam um pouco que seja, o que esteja ao seu alcance. Acho que, como exercício, devemos começar ajudando ao máximo as pessoas próximas, parentes, colegas, amigos, vizinhos, conhecidos que estejam perdidos em seus caminhos. É o mínimo. Depois, devemos ajudar as comunidades brasileiras. Depois, as internacionais. É um exercício que faz todo sentido, começar, no dia-a-dia, com gestos pequenos para com nossos entes queridos e pessoas com as quais convivemos, e depois estender a gestos grandiosos!

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s