Temperatura da Terra subirá antes do previsto, diz MIT – da Agencia Estado

Estudo, baseado em simulações de computador, prevê aquecimento médio de 5,2 graus Celsius até 2100, estudo que se contrapõe aos demais que trazem valores menores. Esta previsão deste conceituado Instituto de pesquisas – MIT – é significativo e perigoso no sentido das conseqüências graves que serão provocadas e já estão presentes como o derretimento das geleiras não somente nos Pólos, mas em várias cadeias de montanhas no mundo antes quase que permanentemente cobertas de neve espessa. Além também do aumento do níveis dos mares e chuvas torrenciais acima dos índices normais provocando enchentes nunca vistas antes. Será a humanidade conseguirá interromper esta escalada ou estamos mesmo fadados a sofrer conseqüências inimagináveis já a partir do presente momento e por décadas a fio?

Agencia Estado-DJ

NOVA YORK – A temperatura da Terra deve subir mais rapidamente do que previsto anteriormente segundo projeções feitas por pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT). O estudo, baseado em simulações de computador sobre atividade econômica e processos climáticos, prevê um aquecimento médio da superfície de 5,2 graus Celsius até 2100, comparado com uma elevação de 2,4 graus que os pesquisadores projetavam em 2003. Os resultados não levam em conta as mudanças nas políticas governamentais sobre clima, tais como as que estão sendo debatidas no Congresso norte-americano.

Sem qualquer ação, “há significativamente mais risco do que estimávamos previamente”, disse em comunicado Ronald Prinn, autor do estudo. Os resultados das projeções são divulgados no momento em que os legisladores dos Estados Unidos trabalham para chegar a um acordo para regular as emissões de gases do efeito estufa relacionados às mudanças climáticas. O Comitê de Energia e Comércio da Câmara estuda uma lei para cortar as emissões de gases do efeito estufa em 17% até 2020, tendo como base os níveis de 2005, e em 83% até meados do século.

O estudo, que será publicado neste mês no American Meteorological Society’s Journal of Climate, “aumenta a urgência para uma significativa ação política”, disse Prinn. O levantamento foi financiado pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos e patrocinado por um programa conjunto que inclui agências do governo, companhias de gás e petróleo, empresas públicas e grandes bancos. As informações são da Dow Jones

Esse post foi publicado em Global Warming, NOTÍCIAS e marcado , , . Guardar link permanente.

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s