O Homem Simbiótico – parte 3 – O planeta Terra e nossas interligações de vida – A Vida na Natureza e a importância dos átomos

Tudo está em evolução o tempo todo, assim também o reino mineral na manifestação física, o qual se transforma através dos eons ou eras, e sempre agregando novos valores que obtêm de si mesmo em transformação e principalmente dos átomos que retornam dos demais reinos de evolução, o vegetal, o animal e o hominal, os quais a cada momento de vida angariam experiências e tais experiências são agregadas em seus átomos e à medida que evoluem, evoluem estes átomos também. A medida que vivem, estão a agregar experiências evolutivas, por isso sempre se repete que somos todos um, com todos o reinos também.

A evolução e as experiências obtidas em todos os reinos são agregados e somados a cada passo e a cada nova re-construção de cada manifestação de vida, novos átomos estão sendo agregados e cada vez mais aprimorados em vida e experiências. Nada é de fato desperdiçado ou perdido, mas tudo se transforma, assim é a lei, como a química tanto enfatiza, assim como enfatizam as ciências humanas, e também as demais ciências.

No Universo não existe o desperdício, tudo é aproveitado, tudo é válido, nada é “inútil e imprestável”, pois o Universo age sempre de maneira econômica, e jamais desperdiça uma gota que seja de energia sem um fim precípuo, sem um destino evolutivo, assim como, também jamais despende um joule sequer de energia além do que é necessário para cada ação. Para movimentar uma pedra, um grão de areia, o sol, o planeta, tudo no Universo ocorre em razões de forças matematicamente calculadas, não havendo um joule a mais ou a menos de consumo destas energias, diferentemente do ser humano que ainda utiliza de forças exageradas em quase tudo na vida, daí porque vive sempre de maneira extremada e irracional, embora se considere racional, mas não o é ainda no atual desenvolvimento em plenitude, nem em dez por certo do que será no futuro.

Tudo em todos os reinos da terra se encontra ainda em desenvolvimento e evolução, portanto, nada, nem átomo nenhum, nem coisa alguma, nem vida alguma, nem ninguém ainda está pronto e acabado. Tudo encontra-se em perfeito desenvolvimento e assim continuará até os fins dos tempos, tudo encontra-se em permanente transmutação e transformação, o tempo todo, e assim continuará pelos “zetalhões” de anos à frente.

O próprio Planeta Terra continua em crescimento através da multiplicação de seus átomos, embora que em medidas minúsculas comparadas a seu diâmetro de milhares de quilômetros.

Assim também o reino vegetal continua em evolução e novas plantas são agregadas ao longo de milênios de vida e assim surgem novas espécies, tais como já ocorreu há milênios com a soja, trigo, milho, etc. No reino animal também ocorrerão muitas mudanças, muitas espécies vão desaparecendo ao longo do tempo e novas espécies serão preparadas e surgirão sobre a face do planeta. E isto não é nenhum absurdo, pois assim aprendemos com os estudos de espécimes que já desaparecerem como os dinossauros, mamutes, tigres dente de sabre, e outras que surgiram em substituição como os tigres, elefantes, etc.

Da mesma forma o reino hominal se sucede de tempos em tempos, como já explicamos no texto sobre a “Importância das Raças”, onde aqui jnos antecederem grandes civilizações dos Lemurianos e Atlantes, e mesmo fisicamente o ser humano tem acompanhado a evolução e se modificado o tempo todo.

E assim continuará sendo na raça humana, cada vez mais aprimorada, com vida mais longa, mais resistente fisicamente, menos necessidades de forças físicas e mais aperfeiçoamento mental. Se o homem das cavernas surgisse aqui no nosso tempo, sua capacidade mental seria tão baixa a ponto de não conseguir sequer assimilar a matemática do primeiro grau, coisa que hoje crianças com menos de sete anos já dominam tranquilamente. Sem contar que sua agilidade nos dedos e articulações seriam tão grotescos que mal conseguiria comer à mesa com talheres. Parece incrível, não. Isto é evolução do ser humano na história.

A transformação do reino mineral ocorre principalmente através da integração e desintegração dos corpos que habitam todos os demais reinos. Vida e morte, um processo absolutamente natural e necessário para a evolução de tudo e de todos os reinos. Um depende do outro, o outro depende de todos os demais.

Cada átomo que compõe um físico, seja uma folha de grama, uma unha de gato, ou o cabelo de um ser humano, está com vida própria, e se individualiza, e experimenta e evolui como tudo através da obtenção e soma de experiências em cada vida composta. Depois, com a morte destas vidas, seus corpos vegetais, animais ou hominais, se decompõem, e seus átomos retornam ao mineral, sempre. Apenas que a cada retorno cada átomo traz junto de si mais uma experiência evolutiva que é agregada ao todo, um ser vivo chamado Planeta Terra.

E a cada novo surgimento de nova vida, seja vegetal, animal ou hominal, novamente os átomos da terra se juntam para formar este novo corpo para uma nova etapa evolutiva.

Do pó viemos e ao pó retornaremos, mas cada vez que este ciclo se repete, novos átomos e melhores, e mais evoluídos são somados no novo corpo. Pois assim é nosso corpo, formado ele totalmente de átomos que constituem o reino mineral e ao se desintegrar volta a formar novamente os átomos da terra, mas estes átomos que deixamos levam consigo gravados de maneira inteligente e lógica toda a sua experiência evolutiva de vida. E neste processo de vida e morte está baseado a evolução dos átomos físicos, os quais não se limitam, a simples átomos, mas a seres inteligentes que compõem cada átomo, por isso que na Teosofia de HPB são chamados de elementares e não elementos. Há vida inteligente em cada átomo, e nele um repositório de toda a evolução de todos os reinos.

Se acaso conseguíssemos “conversar com um grão de areia” certamente aprenderíamos toda a história de evolução não só do planeta, do sistema solar também, do universo e também toda a história da evolução da vida sobre e dentro do planeta terra, desde o princípio da vida aqui, de todos os seres de todos os reinos que aqui já estiveram também. Isto não seria maravilhoso? Quem sabe um dia possamos fazê-lo dentro do desenvolvimento que se pretende para toda a cadeia hominal, a qual é mesmo o princípio e o fim de toda evolução.

Nada há de misterioso, apenas conhecimentos ainda incompreendidos e ignorados pelo homem, e ainda que por este modo permaneça por hora “ignorante” sobre a sua própria vida e destino, tende, no decorrer e na caminhada da vida, por força de seu crescimento mental para o qual está habilitado a evoluir a si próprio fisicamente e a si próprio também em seu corpo espiritual, e mesmo que ainda incompleto em tudo, o homem, usando de suas capacidades está e estará a compreender melhor a sua própria vida e destino. Destarte hoje muito longe da sua plenitude, já é um vitorioso em toda esta cadeia de crescimento simplesmente porque detém o mental de um construtor, o topo de toda a cadeia de inteligência e nunca o topo da cadeia alimentar cuja definição cabe bem ao animais, mas não ao ser humano, devendo este velho conceito ser esquecido mesmo no passado.

O homem do futuro será um ser integral por si só e integralizado a todos os reinos evolutivos, e abandonará para sempre a idéia evolutiva de si próprio somente como sendo o centro do universo, o qual ele é mesmo, mas não com a consciência individual a qual nada representa, mas como um todo em toda a evolução que sempre se soma coletivamente, e este coletivo de seres humanos, quando forem um com o Pai, definitivamente será o centro do Universo.

-continua –

Por Atama Moriya, em 09-10-2008

O Homem Simbiotico – parte 1

O Homem Simbiótico – parte 2

Home

About these ads
Esse post foi publicado em Evolucionismo, O Homem Simbiótico e marcado , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para O Homem Simbiótico – parte 3 – O planeta Terra e nossas interligações de vida – A Vida na Natureza e a importância dos átomos

  1. miqueias disse:

    eu quero sabem sobre o diaculo dos planetas

  2. miqueias disse:

    porque ele nao chama atencao

  3. Atama Moriya disse:

    Olá Adriana,

    O único e verdadeiro Livro da Vida encontra-se no interno de Dwat. Os átomos guardam memórias dos acontecimentos. Mas vamos comentar mais a frente.

    Atama.

  4. Adriana disse:

    Caríssimo anjo!!!

    Bem, deixa-me explicar a minha pergunta…

    Quero saber se existe um átomo único, com o registro cronológico da criação, como um livro da vida, contendo toda história da formação dos reinos como o mineral, vegetal, animal e hominal ?

    Mas não se preocupe em responder… eu aguardo pelo próximos capítulos!!!rs…rs…

    Beijinhossss com todo amor e carinho

    Adri

  5. Atama Moriya disse:

    Cara Adriana,

    ótima pergunta, mas não sei o que vc. quis dizer com semente raiz, neste caso.
    Entretanto, como vou explicar no tópico seguinte é a existência do corpo astral de todos os átomos, assim como todos os reinos.
    Os átomos guardam segredos e mistérios que homem ainda vai desvendar.
    Abraços.
    Atama.

  6. Adriana disse:

    Olá,

    Atama e leitores, um questionamento!

    Se eu entendi direito você disse que somos a somatória de cada átomo existente nos quatro reinos, mineral, vegetal, animal e hominal. Onde cada nova experiência vivida é armazenada nos átomos para uma nova evolução e aperfeiçoamento das espécies em cada reino… é isso?

    Se for então cada átomo está interligado com a semente raiz, ou é, propriamente o livro da vida?

    E aí?

    Beijinhosssssss com amor

    Adri

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s