O LHC tenta reproduzir matéria da origem do Universo após Big Bang

Os mais brilhantes cientistas do mundo da física estão reunidos no maior experimento de micr-particulas já realizado até o momento no Cern, com a entrada em operação do novo acelerador partículas, cujo comprimento circular é de 27 km.

O físico inglês John Ellis, uma das grandes cabeças do Cern, faz uma comparação para explicar o que é o LHC: é como se fosse o maior microscópio já construído. Graças a ele, cientistas vão poder examinar partículas de matéria com uma riqueza de detalhes jamais vista.

A partida já foi dada, agora é esperar o resultado das análises do experimento que terá a duração de vários dias e contará com uma super rede de computadores de centros de pesquisa de todo mundo em colaboração para estudos, por exemplo, de 9 milhões de fotos que serão tiradas por segundo, segundo dados dos cientistas.

Ellis diz que espera encontrar a peça que falta desse quebra-cabeças: a única partícula que ainda não foi detectada experimentalmente, chamada bóson de higgs. Se conseguirem descobri-la, a ciência pode comemorar: tudo o que entendemos da matéria do mundo até aqui está certo.

Responder a essas perguntas significa responder quem somos, significa entender qual é a nossa própria origem; e qual o nosso lugar no vasto universo em que vivemos. A ciência do muito pequeno nos leva ao muito grande, ao universo.

“É interessante notar que essa matéria que a gente encontra aí no meio do caminho é a mesmíssima matéria de que nós somos constituídos. Uma molécula de água tanto do seu corpo quanto uma molécula de água num rio. Nós temos um pouco de uma infinidade de elementos que são encontrados na natureza de um modo geral e, portanto, que mostram que nós somos parte exatamente desta natureza”, alerta o físico Alberto Santoro.

Este sem dúvida é o maior avanço que a física de partículas dará em seus estudos na história, e sem dúvida descobrirá através do micro tudo que acontece no macro, como o esoterismo de antes mesmo dos gregos tem afirmado, de que tudo que está em cima está embaixo, e o que está no micro está no macro.

E finalmente, é possível que se comprove também que não há elementos nos átomos assim como se imagina até hoje, mas sim, elementais, ou uma inteligência ainda desconhecida mas que a física quântica já desconfia como resultado de outros experimentos realizados no Cern ainda na década de 1980.

Os avanços das ciências cada vez mais vão ajudar o homem a se compreender e creio eu a humanizá-lo também, pois da compreensão de quem somos, o que somos, de onde viemos, tornará ao longo do tempo mais lógico e sensato nossos destinos também, e compreender onde nos situamos na vida penso eu, tornará cada vez mais “bom” o ser humano.

Assim esperamos.

Por Atama Moriya.

Home

Anúncios
Esse post foi publicado em texto. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O LHC tenta reproduzir matéria da origem do Universo após Big Bang

  1. Borboleta disse:

    Ontem foi ligado o LHC, o Grande Colisor de Hádrons. Dentre outras coisas, pretende-se provar a teoria do Big Bang e encontrar a tal partícula chamada “bóson de Higgs” ou “partícula de Deus” que explicaria a criação da matéria; pretende-se ainda investigar a existência de outras dimensões além das atualmente conhecidas pela ciência.

    Li uma reportagem que dizia que algumas pessoas em países muito religiosos haviam entrado em pânico e uma adolescente havia suicidado na India por boatos de que o “fim do mundo” seria nesse 10 de setembro…

    Um projeto tão ambicioso e com uma pretensão tão grande como esse…que benefícios reais pode nos trazer?

    Porque, explicar a Criação é algo meio pretensioso, vocês não acham? Será mais uma vez uma tentativa tola de brincar de Deus…um desperdício gigantesco de recursos…ou mais um grande passo para a humanidade?

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s