O português-brasileiro já é a língua mais evoluída do Planeta

Nenhuma linguagem evoluiu tanto como o nosso português-brasileiro, que até devia se descolar completamente e se chamar língua brasileira.

Tudo evolui e a linguagem dos povos também, entretanto, a cada uma corresponde um tempo certo para se desenvolver.

É o caso de nossa linguagem, um desenvolvimento oriundo da língua portuguesa, somente que ela não parou no tempo como todas as demais linguagens.

Vamos pensar um pouco sobre esta questão.

Primeiramente todas as linguagens têm origem comum num tronco único chamada senzar, uma linguagem antiga de muitos milênios atrás e já morta, e da qual não se houve mais falar.

Os povos naqueles tempos de dez mil anos atrás tinham uma notória dificuldade em pronunciar palavras, posto que a capacidade de articulação das cordas vocais também se encontrava e se encontra ainda em desenvolvimento na atual Raça Ariana. No senzar a linguagem era mais soprada ou aspirada como alguns preferem classificar, e não fonética ou vocálica como a atual, tanto que por muitos milênios houve mais o desenvolvimento das linguagens ideográficas.

Como exemplo de linguagens ideográficas tem o sânscrito e o aramaico, assim como vários dialetos chineses e indianos, cujas pronuncias e aprendizado a bem da verdade são dificílimas nos tempos atuais.

Do sânscrito derivaram-se as linguagens latinas entre outras, e foram as linguagens latinas as que mais se desenvolveram desde então e isto ocorreu concomitantemente com o desenvolvimento vocal dos seres humanos.

As linguagens latinas criaram as vogais que não eram utilizadas anteriormente e deste desenvolvimento vimos nos últimos dois mil anos o desenvolvimento do francês, espanhol, alemão, italiano e português principalmente, mas todas estas já ficaram no passado em desenvolvimento e tendem a desaparecer ao longo do tempo, assim como civilizações se sucedem na história.

Pronunciar palavras parece fácil, mas não é bem assim, precisamos destes últimos dois mil anos de civilizações para melhor desenvolver estes atributos.

As cordas vocais fazem parte das evoluções físicas dos últimos tempos, tais como habilidades manuais que hoje vemos como absolutamente comuns, como digitação em computadores. Vocês acham que seria possível a mil anos atrás o homem comum ser um digitador emérito? Talvez alguns o conseguissem, mas a maioria era muito grotesco e não possuíam tais habilidades de movimentos nos dedos. Precisamos antes muito desenvolvimento cultural através do exercício da escrita.

Muitos poderão perguntar, mas e o inglês que domina o mundo? Domina o mundo por interesses econômicos, mas a linguagem bretã tem notoriamente muitos limites, principalmente nas pronuncias e na configuração de termos mais abstratos, não sendo estes atributos da cultura extremamente tradicional e conservadora destes Povos.

O inglês de hoje pouco evoluiu se comparado ao inglês de mil anos atrás. Sua pronuncia é desajeitada e exige um esforço de movimento na língua extremamente cansativo.

Igualmente falar chinês, russo, idish, japonês, e mesmo o espanhol exige um esforço inautido de articulações tanto de mãos como de feições, até mesmo gestos corporais, mas sem crítica, apenas que estas linguagens deixaram de acompanhar a evolução das cordas vocais e também a evolução dos pensamentos abstracionistas.

Vamos deixar claro que a língua brasileira ainda precisa e vai se desenvolver muito, apesar da ABL e seus personagens conservadores. Mas a nossa língua brasileira é viva, a mais viva deste Planeta. E diariamente são adicionados termos no linguajar comum que são práticas do povo e que em futuro serão devidamente agregadas ao nosso dicionário.

Aqui absorvemos termos novos criados por nós e outros tantos de outras linguagens que adaptamos em nosso dia a dia, como exemplos simples, delivery, sashimi, maktub, e outras tantas palavras de outros povos. Como exemplo, já agregamos palavras como “saudade”, babado, xerox, babaquice, goiabada, etc… bem como damos a verbos significados mais amplos como fritar, mamar, teclar, ficar, etc. e por mais estranhas e incomuns que possam parecer, submetem a comunicação a novos significados mais abstratos, e isto é evolução, pois as mentes hoje e no futuro serão absolutamente mais abstratas e muito menos mecânicas como no presente.

Aliás, falando em mecanicismos, as línguas antigas são por demais mecânicas, e necessitam hoje buscar um equilíbrio “intuitivista” e esta é a rota do desenvolvimento mental futuro que tende a ocorrer de qualquer forma e manter ou tentar manter o conservadorismo somente atrapalhará o desenvolvimento.

Em linguagens mais antigas e conservadoras pouca coisa dá para se fazer, mas não é caso da língua brasileira, não somente a mais jovem de todas as línguas, mas principalmente a que mais evolui nos tempos atuais e que me atrevo a afirmar hoje, em 2008, será a linguagem mais importante do Planeta e seu uso e aprendizado se alastrará para, dentro de algumas centenas de anos, tornar-se a língua universal.

Podem observar em filmes, de todos os demais países, que há mais feições e gesto que normalmente não encontramos em nosso país, isto porque, notadamente o inglês demanda demonstrar através do rosto as emoções, posto que as palavras não tem este poder de comunicação.

Já o português brasileiro é uma linguagem mais acalorada em sentimentos, e depende menos de gesticulações faciais e físicas. A articulação da palavra em português é mais fácil e independe de esforços faciais como em outras linguagens.

Mas a principal evolução é o sentimento abstracionista transmitido nas palavras em nossa linguagem, daí porque outros povos têm muitas dificuldades de raciocinarem em nossa linguagem, mas quando aprendem, acham muito mais aprazíveis. Reparem por exemplo nas “caretas” que atores de filmes estrangeiros tendem a fazer a todo o momento, uma canseira tremenda, parecem brigar de tanta careta, no bom sentido.

De certa forma nós brasileiros observarmos que as mudanças de feições e expressões faciais nos demais povos nos atraem porque isto não é comum para nosso povo no dia a dia, lembrando mais uma curiosidade por ser diferente.

Ouvir as palavras “eu te amo” em português tem um valor mais emotivo devido ao próprio carregamento da pronuncia vocal e tem muito mais valor que ouvir “I Love you” vindo de um inglês, por exemplo, e acaba soando tão mais frio e termina aparentando um simples jogo de palavras se não for acompanhado e bem de expressões faciais que demonstrem os sentimentos contidos nestas palavras.

Sei que ainda é muito cedo para afirmar tudo isto, mas pensem a respeito e passem a observar mais o que se passa pelo mundo no tocante as linguagens de comunicação e o desenvolvimento das cordas vocais dos seres humanos.

Por Atama Moriya.

Home

Anúncios
Esse post foi publicado em texto e marcado , . Guardar link permanente.

23 respostas para O português-brasileiro já é a língua mais evoluída do Planeta

  1. luis disse:

    amigos se o brasil quizer falar uma grande lingua internacional esta terá que estar sempre ligada a lingua portuguesa, cortar o cordão bilical com o portugues e começar a chamar lingua brasileira isso seria a maior asneira na face da terra, o brasil seria o unico pais no mundo a falar brasileiro ai a nossa lingua deixava de ser uma lingua internacional, não esquecer que uma lingua para ser grande e internacional tem de ser falada oficialmente em varios paises e em varios continentes como é o portugues e sem esse cordão bilical ao portugues ninguem no mundo ia querer aprender brasileiro sabendo que so um pais no mundo o fala? deixem de ser ignorantes, a lingua nos estados unidos tambem nunca se poderá chamar de americano porque ai a lingua deles deixava de ter qualquer peso internacional, e ai os americanos parecem ser mais inteligentes do que os brasileiros, viva a cplp

  2. Lucas disse:

    Também aprecio muito nossa linguagem, que, incontestavelmente, esbanja recursos a seus falantes; tanto para evitar repetições, ambiguidades; quanto para possibilitar atribuições abstratas (sentimentos), suavidade na pronúncia, ritmo…
    Temos, por exemplo, diversas formas verbais. Um modo para cada objetivo: convicção, dúvida ou ordem/pedido. De forma que as palavras por si indiquem o que queremos, necessitando bem menos de outras formas (expressões faciais, gesticulações, entre outras coisas) para tal. Recursos dificilmente encontrados em outras línguas.
    É notória a diferença entre “ser” e “estar” que divergem em contínuo e momentâneo. “Falha” perceptível no Inglês, visto que, nem sempre, pode-se diferenciar já que as palavras são iguais – o verbo “to be”.
    Atualmente (2014), ainda estou aos 14 anos de vida. É comum que eu esteja “rodeado” pela língua inglesa, assim com minha geração, que infelizmente não percebe, a grande parte, a “superioridade” do português (principalmente o brasileiro). Muitos dos meus colegas preferem o inglês, acham mais poético, bonito… eu, no entanto, discordo plenamente. Não preciso ser fonoaudiólogo (ou qualquer especialista em fala) para afirmar que é bem mais suave falar português do que inglês.
    Concordo também que as demais línguas latinas não apresentam tanta suavidade, nem mesmo o português de Portugal.
    Quanto à oficialização da Língua Brasileira, acredito que agora esteja mais longe, especialmente por causa do acordo ortográfico de 2009.
    Defendo minha língua, a evolução desta e que um dia o Brasil será a potência.
    Nossa língua já tão bela, poética, rica – talvez seja justamente por isso que é tão difícil para um estrangeiro aprendê-la – evoluirá ainda mais, acompanhando nossa evolução física.
    Agradeço pelo ótimo post <– vejam só! Mais um estrangeirismo

  3. Aos poucos, os que dizem amar o Português, degradam a ortografia e importam palavreados feios em detrimento da última flor do lácio.

  4. Leandro Borges disse:

    Em particular, gostaria de agradecer o autor Atama Moriya, pela riqueza de seu texto. Transmitindo a mensagem de uma forma clara e prazerosa. Muito obrigado, me serviu de pesquisa! 🙂

    Minha opinião pessoal: Há muitos boatos de que o “português” seja o idioma mais difícil de aprender. Isso se deve por haver muitas regras gramaticais. Todavia, devemos ressaltar que na fonética, a língua portuguesa soa como pétalas de flores. Muito suave! Salve, no Brasil. Creio eu que a diferença de sotaques, de Brasil e de Portugal, é devido às condições climáticas diferentes entre os dois países e das diferenças culturais. Sempre falo para eu mesmo: a pronúncia mais clara do português, é de fato a brasileira.

  5. Carlos M.S.Oliveira disse:

    Culta e bela,é a nossa língua portuguesa a mais bela do mundo.Idioma este que no futuro será falado pelos povos no mundo.Romantica,calorosa,saudosa,evoluitiva,sensível,suave,rica na expressão,enfim um idioma retirado como a última flor do lácio com um aroma próprio e único.

  6. rodrigo disse:

    e espero que daqui a aproximadamente 100 anos a lingua portuguesa seja mais respeitada e mais falada 🙂
    a lingua portuguesa podia ter a america do sul toda mas o rei portugues nao deixou um gajo portugues ir navegar, ele foi ao rei de espanha, ele deixou e descobriu argentina chile…que por acaso tavam mesmo ao lado do brazil! mas pronto espero que tudo corra bem

  7. rodrigo disse:

    espero que a lingua portuguesa involuia e sim que o brazil involuia nesse aspecto que falou mas nao se eskeçam que somos unidos (brasil, portugal, angola e moçambique, entre outros) e temos que involuir todos em conjunto. eu sou de Portugal ou seja nao falo com o sotaque brasileiro mas nao é por ai que vou, o que tem? o sotaque é o que menos importa percebo perfeitamente, bem talvez 1 ou outra palavra me salte, digamos que em 10 frases ditas por um brasileiro nao percebo 1 ou 2 palavras mas adoro o brazil e tenho orgulho na nossa lingua
    beijinhos…

  8. RAMON disse:

    ops eu tinha escrito em chines “eu amo o brasil” mas quando postei so apareceu uns quadrinhos coitado do idioma chines ate o a internete regeitou kkkkkk sera que o pc nao soube copiar ,,, beijos ATAMA

  9. RAMON disse:

    claro que por ser brasileiro defendo meu IDIOMA, e respeito todos os seus sotaques ate gosto do sotaque so vem a enriquecer e fazer evoluir mais a lingua, quanto ao futuro da lingua “sim tb acho que o PORTUGUES e sim a lingua do futuro, por tres aspectos
    1- a lingua mais jovem
    2- o brasil tem uma mistura de povos” logicamente o vocabulario mais amplo com ramificaçoes de palavras de todas as partes do mundo- a LINGUA BRASILEIRA recebeu e recebe influencias a todo o tempo e se enriquece a cada momento, se renova ex. facto hoje e fato ” simples” e MAGNETICA
    3- O BRASIL se tornara potencia mundial, logo os povos serao obrigados a aprender portugues assim como um dia o EUA foi potencia, ate nao sei se brasil seria o “top” poderia ser CHINA, BRASIL E EUA, mas convenhamos dos tres paises qual e a lingua mais completa
    exemplo

    eu amo o brasil
    我喜歡巴西 ” se escrever e dificil imagina a pronuncia ” >> .Wǒ xǐhuan bāxī
    i love brazil

    apos ler o comentario veja o link…..>>> http://videos.sapo.pt/PoJbdFOEOstkgTSpTKth
    “este link e uma reportagem de nossa lingua feita nas olimpiadas de pequim”

    obs.. o link e confiavel se duvidar joga no gooogle primeiro ok!!

  10. Amigo disse:

    nao lingua brasleira, pois tanto os portugueses como os brasileiros se entendem perfeitamente…tirando uma expressao ou outra…mas isso tb acontece em Portugal como no Brasil. muitos falam sem conhecerem Portugal, os portugueses nao tem uma lingua mais atrasada, pq é a mesma. SOtaques sao coisas diferentes, muitos portugueses do continente nao entendem bem a diferença de sotaques de refiao para regiao… o portugues no Brasil por vezes é mas é mal falado..tipo “tu é” em santa catarina…o certo é “tu és”

  11. Atama Moriya disse:

    Rangel, Muito Agradecido pelos vossos comentários de palavras tão saudáveis. Fique na Paz.
    AM.

  12. Rangel disse:

    Muito legal o seu texto Atama. Fico feliz em encontrar alguem que defenda nossa variedade lingüística. Quase sempre ouço pessoas dizerem que só em Portugal se fala corretamente. Mas acredito que a língua falada no Brasil, tais as diferênças sintáticas, semânticas, lexicais etc…não seja a mesma de Portugal e sim uma nova língua distinta, daí a expressão português brasileiro não ser muito apropriada e sim língua brasileira, como bem disse a Adriana. Está em tempo de os brasileiros tomarem consciência de si mesmo e valorizarem, sem exagero, sua própria língua. Um país que queira ser grande tem por obrigação valorizar sua cultura, começando por sua língua. Não é coerente que o Brasil que quer ser poderoso, uma potência despreze sua identidade lingüística. Veja o exemplo dos EUA, quem questionaria a variedade norte-americana? Com certeza não seriam os britânicos… Até a proxíma.

  13. Atama Moriya disse:

    Letícia, muito agradecido por ter gostado do texto. É difícil expressar estas questões, pois estamos falando de um Brasil no futuro muito distante ainda, mas igualmente perto também, e é natural que as pessoas guardem ceticismos a respeito, ainda mais diante de tantas coisas erradas que vemos aqui.
    Mas que bom que você captou a mensagem do texto.
    Tenho uma amiga que foi lecionar português em Pequin na década de 80 também. Dentro do pragmatismo chinês eles realmente acreditam que o Brasil será o grande líder até o final do século XXI e eu também assim penso, pois tudo é cíclico.
    Saudações.
    Atama.

  14. Letícia Göss disse:

    Oii, Atama!
    Gostei muito do seu texto, e para falar a verdade eu nunca tinha pensado sobre como a nossa língua é realmente mais suave para se falar, até que uma prima minha, que é argentina (e que conversa muito bem em português), um dia disse a mesma frase em espanhol e depois em português e falou: “vê como é mais suave?!”
    É verdade!
    Eu lembro que o meu professor do colégio disse uma vez que os chineses estudavam português nas escolas como língua obrigatória porque eles diziam que era necessário aprender o português, pois era a língua da futura maior potência mundial, o Brasil. Isso acontecia na China entre os anos 70/80… Hoje em dia não sei se eles ainda estudam português nas escolas.
    O seu nome não me parece comum… É oriental, não?!

    Um abraço!
    Lêty

  15. Atama Moriya disse:

    Cara Sara,

    A lingua inglesa foi adotada a nível mundial como base em virtude do domínio econômico provocado pela Inglaterra dos meados do milênio passado e os EUA no século passado. Nas transações comerciais essa é a linguagem adotada por usos e costumes comerciais que se expandiram para as demais realções.
    Quanto ao espanhol, a sua difusão se deu mais entre os povos latinos que adotaram esta lingua por causa da colonização espanhola que foi muito forte no passado e criou mais de uma dezena de países que a adotaram como linguagem oficial.
    Isto tudo mudará para o português em poucas décadas devido ao crescimento do Brasil como potência do sec. XXI, líder mundial que se tornará antes do meado deste novo século.
    Abraços e agradecido pela mensagem.
    Atama Moriya.

  16. sara disse:

    as linguas + importantes são ingles portuges e espanhol, mas eu queria saber por que

  17. Atama Moriya disse:

    Caro jjjjo, por favor, fique calmo.

    Eu não sei o que você quer e estão as suas mensagens.

    Eu não tenho a pretensão de agradar a, b, ou c, apenas escrevo para que as questões da forma que abordo sirvam de um contra-ponto para que as pessoas analisem e criem suas próprias conclusões agragando outros conhecimentos e seus próprios.

    Se você puder dizer o que você quer, certamente farei um esforço, dentro das minhas limitações, para te responder diretamente fora do blog inclusive.

    Muito agradecido pela sua visita.

    Atama.

  18. jjjjo disse:

    vcs vao ter q aceitar a minha mensagem

  19. jjjjo disse:

    vcs tem q ter algo q preste eu nao estou procurando nada disso q ta ai entao coloquem coisas boas

  20. jjjjo disse:

    nao tem o que eu quero

  21. Atama Moriya disse:

    Agradecido Ricardo e Adri pelos seus comentários.
    Ricardo, de fato é meio prematuro ainda a colocação de caminhos que deverá seguir a lingua portuguesa na evolução. Tudo está sempre em evolução, nada pode parar. Não somente por ser a lingua mais jovem do planeta, mas também justamente por conter em si mais abstracionismos agregados principalmente no ultimo século, o ultimo século no qual realmente houve uma enorme evolução mental do homem.
    Mas imaginarmos que as linguagens não mais evoluirão além destas que conhecemos seria, creio eu, imaginarmos que o homem deixará de evoluir também. O próprio mecanismo da fala vem se desenvolvendo com a evolução das cordas vocais, que hoje são incomparavelmente mais perfeitas que no homem da idade da pedra, bem como, estão acima do homem de 500 anos atrás.
    Dos sons guturais ao mecanismo da fala houve a necessidade de uma enorme esforço na coordenação e e volução das cordas vocais, fato que permite hoje um mecanismo de fala na lingua portuguesa brasileira mais suave e sem tanto esforço gutural. Para tanto, sugiro analisarmos por exemplo a lingua portuguesa original onde este mecanismo é mais “travado”.
    Quanto a linguagem bretã, se fizermos uma experiência lendo um texto em inglês por vinte minutos e simultâneamente um texto em português com outra pessoa, verifica-se que não só o esforço para falar o inglês e suas pronuncias são mais cansativos, como também exige um constante movimento bucal que não é necessário no português brasileiro, o que redunda em menor esforço e muito menos acompanhamentos de linguagens faciais.
    Já troquei muitas idéias a respeito com amigas fonoaudiólogas e embora inusitada a questão apresentada, todas concordaram que na prática a nossa linguagem é facilitadora.
    Mas gostei muito de seus comentários também, e desejo que continue a comentar, e fico feliz nestes aspecto porque o objetivo deste blog não é te convencer de coisa alguma e nem ninguém, mas apenas colocar novas formas de visualizarmos questões importantes e que obriguem as pessoas a pensarem a respeito e tirarem por suas próprias conclusões pessoais, pois este é o único caminho para uma nova conscientização e para que deixemos de sermos apenas robôs da nova era.
    Adriana, amo seus comentários e você tem razão também. Dependendo de quem fala e a quem fala, “eu te amo” é a mais linda de todas as afirmações, excluindo-se é claro, as banalizações do dia a dia.
    Abraços a todos.
    Atama Moriya.

  22. Adriana disse:

    Olá,

    Gente, que rico texto Atama!!!

    Confesso que sou apaixonada pela língua brasileira. Uma língua carregada de sentimentos, emoções, afeto, carinho, fraternidade…

    Nossa, são tantas os predicativos que podemos atribuir a nossa língua, nenhum que se enquadre no contexto gramatical, que por si é bem complexo e difícil de se entender.

    Uma língua riquíssima em valores culturais, pois, foi construída pela contribuição de muitos povos, que chegaram de todos os cantos do mundo, para formar esse povo brasileiro, que comparado a outras nações somos um jovem povo, que estamos crescendo e evoluindo.

    Desculpem, mas eu sou apaixonada pela língua brasileira e amo de coração esse povo guerreiro, que precisa sim, acorda para o seu potencial como uma grande Nação, e se descobrirem como o povo que carrega em seu coração a esperança de um Mundo unificado em fraternidade, igualdade e liberdade… em questão de fraternidade estamos quase lá…rs…rs… tem povo mais fraternal e amoroso que esse povo brasileiro, capaz de transmitir tanto sentimento em simples palavras, como “eu te amo”? ? ?

    Beijonhossssss no coração do povo brasileiro com todo amor e carinho

    Adri

  23. ricardo disse:

    Não vejo a mínima graça no ‘eu te amo’ portugues, parece algo muito ultrapassado e feio. Tudo que voce disse é verdade apenas parcialmente, o brasileiro é sim uma língua evoluida, mas tudo que posso dizer em brasileiro posso dizer tambem em qualquer outra língua, qual a vantagem então? Língua universal é sonhar demais. Nosso portugues é muito dificil pra qualquer um que não fale outra lingua de origem latina. O portugues -brasileiro é sim muito bonito, mas me emociono melhor nas cançoes em ingles, espanhol e italiano.

    Um abraço

Opte por deixar comentários claros, concisos, compreensíveis e racionais. Evite palavrões, palavras ásperas e críticas/ofensas a outras pessoas. Lembre-se que este blog é muito lido por menores de idade. Por favor, deixe bons exemplos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s